Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Lembre 10 curiosidades e momentos da carreira de Franco Baresi

Lance|

Hoje, dia 8 de maio, Franco Baresi completa 60 anos de idade. O LANCE! separou aqui 10 curiosidades e momentos marcantes da carreira do lendário zagueiro do Milan e da seleção Italiana. Confira!
Hoje, dia 8 de maio, Franco Baresi completa 60 anos de idade. O LANCE! separou aqui 10 curiosidades e momentos marcantes da carreira do lendário zagueiro do Milan e da seleção Italiana. Confira! Hoje, dia 8 de maio, Franco Baresi completa 60 anos de idade. O LANCE! separou aqui 10 curiosidades e momentos marcantes da carreira do lendário zagueiro do Milan e da seleção Italiana. Confira!
Baresi começou na base do Milan e, aos 17 anos, fez sua estreia no profissional. Isso foi em 1977 e, por 20 anos, foi esta camisa que defendeu, até 1997. Foram 719 jogos e 33 gols marcados.
Baresi começou na base do Milan e, aos 17 anos, fez sua estreia no profissional. Isso foi em 1977 e, por 20 anos, foi esta camisa que defendeu, até 1997. Foram 719 jogos e 33 gols marcados. Baresi começou na base do Milan e, aos 17 anos, fez sua estreia no profissional. Isso foi em 1977 e, por 20 anos, foi esta camisa que defendeu, até 1997. Foram 719 jogos e 33 gols marcados.
No entanto, para quem não sabe, antes de ser ídolo dos rossoneros, clube para o qual ele sempre torceu, aliás, Baresi tentou jogar na rival Internazionale de Milão. Tudo isso porque seu irmão, Giuseppe, dois anos mais velho, o levou para os testes na Inter. No entanto, ele acabou reprovado. Cada um jogou toda a carreira no rival (Giuseppe ainda encerraria a carreira no Modena, em 1994).
No entanto, para quem não sabe, antes de ser ídolo dos rossoneros, clube para o qual ele sempre torceu, aliás, Baresi tentou jogar na rival Internazionale de Milão. Tudo isso porque seu irmão, Giuseppe, dois anos mais velho, o levou para os testes na I... No entanto, para quem não sabe, antes de ser ídolo dos rossoneros, clube para o qual ele sempre torceu, aliás, Baresi tentou jogar na rival Internazionale de Milão. Tudo isso porque seu irmão, Giuseppe, dois anos mais velho, o levou para os testes na Inter. No entanto, ele acabou reprovado. Cada um jogou toda a carreira no rival (Giuseppe ainda encerraria a carreira no Modena, em 1994).
No Milan, Franco tornou-se capitão aos 22 anos e levou o clube a três conquistas da Liga dos Campeões, seis Italianos, dois Mundiais de Clubes e três Supercopas da Europa.
No Milan, Franco tornou-se capitão aos 22 anos e levou o clube a três conquistas da Liga dos Campeões, seis Italianos, dois Mundiais de Clubes e três Supercopas da Europa. No Milan, Franco tornou-se capitão aos 22 anos e levou o clube a três conquistas da Liga dos Campeões, seis Italianos, dois Mundiais de Clubes e três Supercopas da Europa.
Aliás, Baresi ainda seria vice do Mundial de Clubes em duas oportunidades, em 1993 e 1994. Em 93, aliás, o Milan perdeu para o São Paulo na final por 3 a 2 no Estádio Nacional de Tóquio, no Japão.
Aliás, Baresi ainda seria vice do Mundial de Clubes em duas oportunidades, em 1993 e 1994. Em 93, aliás, o Milan perdeu para o São Paulo na final por 3 a 2 no Estádio Nacional de Tóquio, no Japão. Aliás, Baresi ainda seria vice do Mundial de Clubes em duas oportunidades, em 1993 e 1994. Em 93, aliás, o Milan perdeu para o São Paulo na final por 3 a 2 no Estádio Nacional de Tóquio, no Japão.
Seu estilo de jogo o fez ser considerado um dos maiores de todos os tempos ao lado de Paolo Maldini e outros nomes de destaque. Jogava em qualquer lugar da defesa, mas se destacou como zagueiro e líbero. Por conta disso, venceu vários prêmios individuais, como a Bola de Prata da revista France Football, em 89, e jogador do século do Milan, em 99.
Seu estilo de jogo o fez ser considerado um dos maiores de todos os tempos ao lado de Paolo Maldini e outros nomes de destaque. Jogava em qualquer lugar da defesa, mas se destacou como zagueiro e líbero. Por conta disso, venceu vários prêmios individua... Seu estilo de jogo o fez ser considerado um dos maiores de todos os tempos ao lado de Paolo Maldini e outros nomes de destaque. Jogava em qualquer lugar da defesa, mas se destacou como zagueiro e líbero. Por conta disso, venceu vários prêmios individuais, como a Bola de Prata da revista France Football, em 89, e jogador do século do Milan, em 99.
Ele defendeu a Azzurra em três Copas do Mundo. Foi reserva em 1982, quando os italianos conquistaram o título; conquistou o terceiro lugar em 1990 e o vice em 94. Naquela ocasião, Franco, machucado, jogou individualmente bem, mas desperdiçou uma cobrança de pênalti contra o Brasil, na final – além dele, Massaro e Baggio também perderam.
Ele defendeu a Azzurra em três Copas do Mundo. Foi reserva em 1982, quando os italianos conquistaram o título; conquistou o terceiro lugar em 1990 e o vice em 94. Naquela ocasião, Franco, machucado, jogou individualmente bem, mas desperdiçou uma cobran... Ele defendeu a Azzurra em três Copas do Mundo. Foi reserva em 1982, quando os italianos conquistaram o título; conquistou o terceiro lugar em 1990 e o vice em 94. Naquela ocasião, Franco, machucado, jogou individualmente bem, mas desperdiçou uma cobrança de pênalti contra o Brasil, na final – além dele, Massaro e Baggio também perderam.
Na final da Copa de 94, Baresi conseguiu anular o grande nome da Seleção Brasileira, o baixinho Romário, o qual, inclusive, disse em entrevistas que aquela havia sido a marcação mais implacável que tinha recebido em toda a carreira.
Na final da Copa de 94, Baresi conseguiu anular o grande nome da Seleção Brasileira, o baixinho Romário, o qual, inclusive, disse em entrevistas que aquela havia sido a marcação mais implacável que tinha recebido em toda a carreira. Na final da Copa de 94, Baresi conseguiu anular o grande nome da Seleção Brasileira, o baixinho Romário, o qual, inclusive, disse em entrevistas que aquela havia sido a marcação mais implacável que tinha recebido em toda a carreira.
Ele se aposentou em 1997, em uma festa com mais de 70 mil torcedores presentes no San Siro. Como forma de homenagem, o Milan aposentou a camisa 6, utilizada por ele durante todos esses 20 anos.
Ele se aposentou em 1997, em uma festa com mais de 70 mil torcedores presentes no San Siro. Como forma de homenagem, o Milan aposentou a camisa 6, utilizada por ele durante todos esses 20 anos. Ele se aposentou em 1997, em uma festa com mais de 70 mil torcedores presentes no San Siro. Como forma de homenagem, o Milan aposentou a camisa 6, utilizada por ele durante todos esses 20 anos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.