Lance Koundé analisa a defesa do Marrocos e brinca com a possibilidade de repetir heróis da França: 'Quem não sonha?'

Koundé analisa a defesa do Marrocos e brinca com a possibilidade de repetir heróis da França: 'Quem não sonha?'

Há quatro e há 24 anos, jogadores da retaguarda azul foram importantes no ataque durante uma Copa do Mundo. Adversário é o Marrocos...

Lance
Lance

Lance

Lance

A semifinal de quarta-feira vai colocar frente a frente a defesa do Marrocos, melhor da competição, contra uma França que conta com Mbappé, Giroud e Griezmann em boa fase. Com tudo isso, Jules Koundé, lateral-direito francês, brinca com a possibilidade de fazer o gol da classificação azul à final da Copa do Mundo.

- (Risos) Eu espero não estar focado nisso nesta quarta-feira, mas quem não sonha em fazer como Lilian Thuram ou Benjamin Pavard? - brincou Koundé.

No caso de Pavard, foi o lateral-direito reserva quem, na Copa de 2018, marcou um golaço contra a Argentina. Isso nas oitavas de final. Já Thuram, 20 anos antes, marcou os dois primeiros gols dele pela seleção francesa justamente na semifinal do Mundial, contra a Croácia. Os Azuis avançaram nas duas oportunidades.

-> Confira a tabela da Copa do Mundo

Desta vez, Koundé e companhia vão enfrentar jogadores que sofreram somente um gol na competição. Rendimento já histórico com o qual os atacantes terão que lidar.

- Eles são muito compactos, têm linhas apertadas... permitem pouco tempo para o portador da bola organizar as jogadas. Eles se movimentam bem rápido, obrigando o adversário a jogar também rápido, dando um toque só. Temos que tentar desequilibrá-los movendo de um lado para o outro - projetou.

Últimas