Lance Korda revela inspiração em Safin e sonho de ser Nº1

Korda revela inspiração em Safin e sonho de ser Nº1

Americano releva golpe moldado ao estilo do russo

Lance
Lance

Lance

Lance

Um dos principais jovens nomes do tênis americano, Sebastian Korda concedeu uma entrevista ao site Tennis.com e contou detalhes de seu desenvolvimento como atleta, sendo filho de um ex-top 2 campeão do Australian Open, Petr Korda e de uma tenista top 30, Regina Rajchrtová.

Filho mais novo do casal, Petr e Regina, Sebastian cresceu praticando diversos esportes, em especial o hóquei, mas que foi aos 9 anos, assistindo ao lado do pai, então treinador do tcheco Radek Stepanek, um jogo entre Stepanek e Novak Djokovic pelo US Open, que ele decidiu que seria tenista.

Aos 12, Korda conseguiu bater uma bolinha com Djokovic e ostenta orgulhoso a foto em seu Instagram.

O desenvolvimento como tenista seu tendo o polêmico russo Marat Safin como ídolo: “Eu amava [Marat] Safin, quando pequeno. Ele era o mais legal possível na quadra. Acho que modelei meu backhand com base no dele”, revelou.

Korda contou ainda que até os 15 anos, ele não saía da Flórida para competir, os pais quiseram que ele tivesse uma "formação normal", tanto que ao contrário da maioria de sua geração, Sebastian se formou no colégio de maneira regular, frequentando as aulas presencialmente.

Cresce em casa e tendo formação dos pais também nas quadras foi importante: "Quando criança, eu sempre reclamava, chiava ou chorava. Minha mãe não aceitava. E havia momentos em que meu pai me expulsava da quadra se eu tivesse uma atitude ruim. Aprendi muitas lições durante as sessões de prática”.

Das qualidades que aprendeu, se destaca a "paciência": "Oh, eu quero ser o nº 1 do mundo imediatamente. Sempre tive o compromisso de me tornar profissional. Você não pode ter dois planos, porque você estará 80% no Plano A e 20% no Plano B. Você tem que estar 100% comprometido”.

Auxiliado pelos país e nomes como Andre Agassi e Steffi Graf, Korda trabalha agora para solidificar a carreira e ser número 1 um dia, mas com um compromisso por vez.

Últimas