Lance Kléber Gladiador reconhece passagem ruim pelo Grêmio e elogia Renato Gaúcho

Kléber Gladiador reconhece passagem ruim pelo Grêmio e elogia Renato Gaúcho

Entre 2012 e 2014, o atacante defendeu as cores do Tricolor, mas não conseguiu render o que esperava

Lance
Lance

Lance

Lance

Após um problema com Luiz Felipe Scolari no Palmeiras, Kléber deixou o time paulista e acertou a sua transferência para o Grêmio, que na época era comandado por Vanderlei Luxemburgo e apostava as fichas no Gladiador para reviver seus dias de glória.

Mesmo com toda a expectativa, o atacante sofreu com lesões e pouco entregou dentro de campo. Restou apenas a 'raça' dentro de campo para marcar o torcedor e levar o Tricolor para sempre em seu coração.

‘Infelizmente, foi uma passagem que me deixa triste, porque foge de mim. Não fui eu. Não joguei mal. Cheguei ao Grêmio e só me machuquei. Meu estilo casaria muito com o do clube. As lesões me atrapalharam muito. Isso me deixa muito triste porque não rendi o que gostaria de ter rendido’, disse em entrevista a Rádio Gaúcha nesta segunda-feira.

Em outro trecho do bate-papo, o Gladiador elogiou Renato Gaúcho, atual comandante do Tricolor, que também foi o seu técnico na temporada 2013.

‘A forma como o Renato leva o grupo, que para mim é o principal de um treinador, é perfeita. Ele sabe lidar com o jogador, sabe dar tranquilidade ao atleta. No Grêmio, fica mais fácil ainda por ele ser muito ídolo. Às vezes, quando o torcedor quer que tire um jogador, ele banca. Isso é muito bom porque o jogador vê que o treinador confia nele e, mesmo que não esteja jogando bem, faz de tudo para melhorar. Ele tem feito um excelente trabalho no Grêmio, ganhou vários títulos’, afirmou.

No total, entre 2012 e 2014, Kléber Gladiador disputou 105 partidas pelo Tricolor e marcou apenas 23 gols.

Últimas