Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Kaká, Neymar, Vini Jr… relembre craques que jogaram a Copinha neste século

Lance|

Conhecida como 'a grande vitrine do futebol brasileiro', a Copinha foi a primeira oportunidade de uma série de jogadores, que posteriormente se destacaram nos principais campeonatos do Brasil e do Mundo, para demonstrar suas habilidades. Desde 2001, Kaká, Neymar e Vini Jr foram alguns dos grandes nomes revelados pela competição que abre o nosso calendário. A seguir, relembre outros craques que disputaram o torneio neste século.
Conhecida como 'a grande vitrine do futebol brasileiro', a Copinha foi a primeira oportunidade de uma série de jogadores, que posteriormente se destacaram nos principais campeonatos do Brasil e do Mundo, para demonstrar suas habilidades. Desde 2001, Ka... Conhecida como 'a grande vitrine do futebol brasileiro', a Copinha foi a primeira oportunidade de uma série de jogadores, que posteriormente se destacaram nos principais campeonatos do Brasil e do Mundo, para demonstrar suas habilidades. Desde 2001, Kaká, Neymar e Vini Jr foram alguns dos grandes nomes revelados pela competição que abre o nosso calendário. A seguir, relembre outros craques que disputaram o torneio neste século.
Fred - América Mineiro (2003): o artilheiro Tricolor ganhou fama por marcar aquele que se tornaria o gol mais rápido da história da competição: um chutaço do meio-campo, na saída de bola, com 3 segundos de jogo.
Fred - América Mineiro (2003): o artilheiro Tricolor ganhou fama por marcar aquele que se tornaria o gol mais rápido da história da competição: um chutaço do meio-campo, na saída de bola, com 3 segundos de jogo. Fred - América Mineiro (2003): o artilheiro Tricolor ganhou fama por marcar aquele que se tornaria o gol mais rápido da história da competição: um chutaço do meio-campo, na saída de bola, com 3 segundos de jogo.
Diego Tardelli - São Paulo (2004): embora já tivesse subido ao profissional, Tardelli se destacou na edição de 2004, quando foi vice-campeão pelo São Paulo.
Diego Tardelli - São Paulo (2004): embora já tivesse subido ao profissional, Tardelli se destacou na edição de 2004, quando foi vice-campeão pelo São Paulo. Diego Tardelli - São Paulo (2004): embora já tivesse subido ao profissional, Tardelli se destacou na edição de 2004, quando foi vice-campeão pelo São Paulo.
Weverton - Juventus-AC (2005): o goleiro do Palmeiras disputou a competição em 2005, pelo Juventus do Acre, quando se destacou em confronto contra o Corinthians e foi contratado pelo Alvinegro.
Weverton - Juventus-AC (2005): o goleiro do Palmeiras disputou a competição em 2005, pelo Juventus do Acre, quando se destacou em confronto contra o Corinthians e foi contratado pelo Alvinegro. Weverton - Juventus-AC (2005): o goleiro do Palmeiras disputou a competição em 2005, pelo Juventus do Acre, quando se destacou em confronto contra o Corinthians e foi contratado pelo Alvinegro.
PH Ganso - Santos (2008): o armador do Fluminense era destaque do time do Santos de 2008, que contava com Neymar no banco, mas acabou caindo cedo na competição.
PH Ganso - Santos (2008): o armador do Fluminense era destaque do time do Santos de 2008, que contava com Neymar no banco, mas acabou caindo cedo na competição. PH Ganso - Santos (2008): o armador do Fluminense era destaque do time do Santos de 2008, que contava com Neymar no banco, mas acabou caindo cedo na competição.
Neymar - Santos (2009): o camisa 10 da Seleção na última Copa foi destaque na Copinha de 2009, jogando pelo Santos, poucos meses antes de subir à equipe profissional. Mas sua estreia ocorreu um ano antes, em 2008, quando substituiu seu amigo Paulo Henrique Ganso em uma partida.
Neymar - Santos (2009): o camisa 10 da Seleção na última Copa foi destaque na Copinha de 2009, jogando pelo Santos, poucos meses antes de subir à equipe profissional. Mas sua estreia ocorreu um ano antes, em 2008, quando substituiu seu amigo Paulo Henr... Neymar - Santos (2009): o camisa 10 da Seleção na última Copa foi destaque na Copinha de 2009, jogando pelo Santos, poucos meses antes de subir à equipe profissional. Mas sua estreia ocorreu um ano antes, em 2008, quando substituiu seu amigo Paulo Henrique Ganso em uma partida.
Casemiro - São Paulo (2010): o volante fez parte da equipe campeã no ano de 2010, ao lado de
Casemiro - São Paulo (2010): o volante fez parte da equipe campeã no ano de 2010, ao lado de Casemiro - São Paulo (2010): o volante fez parte da equipe campeã no ano de 2010, ao lado de
Lucas Moura - São Paulo (2010): ainda conhecido por Marcelinho, o meia-atacante foi um dos destaques do título tricolor no ano de 2010.
Lucas Moura - São Paulo (2010): ainda conhecido por Marcelinho, o meia-atacante foi um dos destaques do título tricolor no ano de 2010. Lucas Moura - São Paulo (2010): ainda conhecido por Marcelinho, o meia-atacante foi um dos destaques do título tricolor no ano de 2010.
Fabinho - Fluminense (2011): o volante do Liverpool disputou a edição de 2011 pelo Paulínia, quando se destacou e foi contratado pelo Fluminense.. No Tricolor, foi vice-campeão de 2012.
Fabinho - Fluminense (2011): o volante do Liverpool disputou a edição de 2011 pelo Paulínia, quando se destacou e foi contratado pelo Fluminense.. No Tricolor, foi vice-campeão de 2012. Fabinho - Fluminense (2011): o volante do Liverpool disputou a edição de 2011 pelo Paulínia, quando se destacou e foi contratado pelo Fluminense.. No Tricolor, foi vice-campeão de 2012.
Marquinhos - Corinthians (2012): o zagueiro do Paris Saint-Germain foi campeão do torneio em 2012, pelo Corinthians. Poucos meses depois, integrou o elenco campeão da América pelo Timão, vestindo a 10 que era de Adriano.
Marquinhos - Corinthians (2012): o zagueiro do Paris Saint-Germain foi campeão do torneio em 2012, pelo Corinthians. Poucos meses depois, integrou o elenco campeão da América pelo Timão, vestindo a 10 que era de Adriano. Marquinhos - Corinthians (2012): o zagueiro do Paris Saint-Germain foi campeão do torneio em 2012, pelo Corinthians. Poucos meses depois, integrou o elenco campeão da América pelo Timão, vestindo a 10 que era de Adriano.
Gabriel Jesus - Palmeiras (2015): o atacante já era destaque da base palmeirense no sub-17, em 2014. Dessa forma, foi inevitável que jogasse a Copinha de 2015, quando ajudou a levar o Verdão até a semifinal.
Gabriel Jesus - Palmeiras (2015): o atacante já era destaque da base palmeirense no sub-17, em 2014. Dessa forma, foi inevitável que jogasse a Copinha de 2015, quando ajudou a levar o Verdão até a semifinal. Gabriel Jesus - Palmeiras (2015): o atacante já era destaque da base palmeirense no sub-17, em 2014. Dessa forma, foi inevitável que jogasse a Copinha de 2015, quando ajudou a levar o Verdão até a semifinal.
David Neres - São Paulo (2016): o jogador foi um dos destaques da edição de 2016 da competição, mas permaneceu pouco tempo no país e foi vendido ao Ajax já em 2017.
David Neres - São Paulo (2016): o jogador foi um dos destaques da edição de 2016 da competição, mas permaneceu pouco tempo no país e foi vendido ao Ajax já em 2017. David Neres - São Paulo (2016): o jogador foi um dos destaques da edição de 2016 da competição, mas permaneceu pouco tempo no país e foi vendido ao Ajax já em 2017.
Antony - São Paulo (2019): o atacante já fazia parte do elenco profissional do São Paulo em 2018, mas se firmou na equipe de cima somente após a participação na Copinha de 2019, quando se destacou.
Antony - São Paulo (2019): o atacante já fazia parte do elenco profissional do São Paulo em 2018, mas se firmou na equipe de cima somente após a participação na Copinha de 2019, quando se destacou. Antony - São Paulo (2019): o atacante já fazia parte do elenco profissional do São Paulo em 2018, mas se firmou na equipe de cima somente após a participação na Copinha de 2019, quando se destacou.
Gabriel Martinelli - Ituano (2019): poucos meses antes de se transferir para o Arsenal-ING, Martinelli disputou a competição pelo Ituano e foi destaque da equipe interiorana.
Gabriel Martinelli - Ituano (2019): poucos meses antes de se transferir para o Arsenal-ING, Martinelli disputou a competição pelo Ituano e foi destaque da equipe interiorana. Gabriel Martinelli - Ituano (2019): poucos meses antes de se transferir para o Arsenal-ING, Martinelli disputou a competição pelo Ituano e foi destaque da equipe interiorana.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.