Lance K42 Argentina 2020 é cancelada por causa da Covid-19

K42 Argentina 2020 é cancelada por causa da Covid-19

Prova do circuito mundial de corridas de montanha prioriza a saúde de corredores e moradores. Data de 2021 é definida

Lance
Lance

Lance

Lance

A edição deste ano da K42 Argentina foi cancelada. Motivo: a pandemia da Covid-19. Os organizadores da prova _ marcada para acontecer no dia 7 de novembro, na linda cidade de Villa la Angostura, na Patagônia, a 100km de Bariloche _, priorizaram a saúde de atletas, staff, turistas e moradores. Em 2021, a corrida vai acontecer nos dias 4 e 5 de novembro.

“Não se trata apenas da dificuldade de garantir o distanciamento social, mas também de como a chegada de seis mil turistas de diferentes regiões pode impactar Villa la Angostura, sobre o impossibilidade de garantir o isolamento caso sejam detectados casos ou surtos entre os visitantes e também de proteger a equipe que trabalha no evento. Em última análise, trata-se de proteger a saúde de todos os envolvidos ”, disse Diego Zarba, organizador da prova.

Última etapa Campeonato Mundial de Corrida de Montanha do ano passado, organizado pela World Mountain Running Association (WMAR), a K42 Argentina é uma das mais principais corrida de montanha do mundo. Em julho, ficou em segundo lugar na eleição de "maior corrida de montanha de todos os tempos", também da WMAR. Smarna Gora, na Eslovênia, foi a campeã.

Segundo Zarba, são vários os problemas enfrentados por causa da pandemia:

“Isto representa um duro golpe, não só para quem esperava poder participar da prova, mas também para Villa la Angostura e para a nossa organização, que depende da criação e execução de projetos. A impossibilidade de garantir o evento nos afeta severamente e precisamos começar a planejar novamente o mais rápido possível o futuro. No entanto, como indicamos, não acreditamos que seja apropriado sobrepor datas com outros eventos, o que afetaria o calendário. Por isso viramos a página e já começamos a trabalhar para 2021".

No ano passado, o americano Jim Walmsley e a romena Cristina Simion conquistaram, em Villa la Angostura, o título do Campeonato Mundial de Corrida de Montanha. A prova, que tem como atração o cume Cerro Bayo, a 1.785 m de altura, um dos picos da Cordilheira dos Andes, teve a participação de 10 mil corredores.

Walmsley fechou os 41,5km em 3h12m16s, deixando o italiano Francesco Puppi, campeão da WMRA em 2017, em segundo lugar, por uma diferença de quase um minuto. Na terceira colocação ficou o espanhol Oriol Cardona, com 3h20m.

No feminino, Simion venceu com 3h49m57s, superando, por quase dois minutos, a francesa Adeline Roche em quase dois minutos. O terceiro lugar foi da também francesa Blandine Lhirondel, com 3h52m07s. (Iúri Totti/Corrida Informa)

Últimas