Lance Justiça penhora receitas de partidas na arena do Palmeiras

Justiça penhora receitas de partidas na arena do Palmeiras

Penhora de cerca de R$ 1,5 milhão se deu por conta de débito com empresa que alugou geradores no fim de 2014, meses iniciais do Allianz Parque

Lance
  • Lance | por Lance

Allianz Parque está fechado desde 16 de março, por conta do coronavírus

Allianz Parque está fechado desde 16 de março, por conta do coronavírus

Lance

A Justiça penhorou cerca de R$ 1,5 milhão que o Allianz Parque receberá com partidas do Palmeiras. A decisão faz parte de processo movido pela Power Brasil, que alugou geradores em novembro e dezembro de 2014, exatamente os primeiros meses de operação da arena do Verdão, administrada pela WTorre. A informação é do jornal Estado de São Paulo.

A decisão foi publicada no dia 6 pela juíza Carolina de Figueiredo Dorlhiac Nogueira, da 38ª Vara Cível. A sentença diz que Palmeiras, Allianz Seguros, que é detentora do naming rights do estádio, a empresa que vende ingressos de jogos e os responsáveis pelos estacionamentos do local têm prazo de 30 dias para depositar em juízo valores que seriam destinadas à arena.

A ação é movida contra a Real Arenas Empreendimentos Imobiliários S/A, pertencente ao grupo WTorre. A locação de geradores entre novembro e dezembro de 2014 custaria, inicialmente, R$ 389 mil. A Power Brasil alegou falta de pagamento e foi à Justiça. Em abril de 2019, houve bloqueio das contas da Real Arena para saldar a dívida, então avaliada em R$ 1.428.348,20, mas o valor disponível encontrado foi de somente R$ 18.473,89. Em novembro, foram penhorados os direitos da Real Arenas, que pediu efeito suspensivo.

Fechada desde 16 de março, por conta da pandemia do coronavírus, a arena cedeu sua estrutura para a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe influenza, em 23 de março. Sem faturar com a ausência de partidas de futebol e eventos por conta da pandemia, a WTorre, administradora da arena, realizou um corte no quadro de funcionários.

O Allianz Parque anunciou que aproveitará esse período sem eventos para se transformar em drive-in: com aval de autoridades de saúde, permitirá que carros entrem no gramado para que as pessoas assistam a filmes, shows e palestras em seus telões. Tornou-se possível receber veículos no campo por conta da instalação do piso sintético, em fevereiro. Ainda não foi divulgado quando começarão essas sessões de cinema, chamadas "Arena Sessions".

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Estádio vazio, festa tímida, mas bom futebol na volta do Alemão. Confira

Últimas