Lance Justiça atende pedido e suspende assembleia do Cruzeiro

Justiça atende pedido e suspende assembleia do Cruzeiro

Encontro com credores estava agendado para esta quarta-feira e para quinta-feira da próxima semana, mas por ordem de justiça foi cancelado...

Lance
Lance

Lance

Lance

A diretoria do Cruzeiro comunicou, na noite dessa terça-feira (06), o cancelamento da assembleia de credores, que seria nesta quarta-feira (7) e na quinta-feira da outra semana (15).

Segundo o comunicado, a suspensão aconteceu por ordem da justiça que entendeu que os credores da Raposa precisam de mais tempo para reconhecer, analisar e entender melhor as alterações feitas no Plano de Recuperação Judicial celeste.

A assembleia marcada para esta quarta-feira (7) ocorreria com metade mais um dos credores. A segunda chamada, no dia 15 de dezembro, na quinta-feira da próxima semana, seria realizada independentemente do número de pessoas.

O Cruzeiro negocia com os credores R$ 537 milhões. A dívida tributária, todavia, será de responsabilidade da SAF e não entra nesta assembleia.

O clube mineiro ressaltou, no entanto, que seguirá adotando ações para realizar a assembleia de credores.

Leia a nota oficial

A Associação Civil Cruzeiro Esporte Clube - Em Recuperação Judicial, teve notícia do cancelamento da Assembleia Geral de Credores, que se realizaria nesta quarta-feira, 07/12, em primeira convocação, e no próximo dia 15/12, em segunda convocação.

Apesar de ainda não intimado, o Cruzeiro tomou conhecimento de que o cancelamento ocorreu porque a Justiça entendeu que os credores devem ser contemplados com mais tempo para analisar as alterações feitas recentemente pela Associação no Plano de Recuperação Judicial. A esse respeito, o Cruzeiro ressalta que as mudanças foram feitas para atender aos pedidos dos próprios credores, com melhorias na forma de pagamento dos respectivos créditos. E a alteração do plano, conforme a lei (11.101/2005, art. 56, § 3º), pode ser feita até mesmo na própria Assembleia, o que é fato comum em recuperações judiciais.

A decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais permite verificar que não se sustentam as acusações sobre a existência de supostas fraudes na lista de credores, ou de tentativas do Cruzeiro de manipular quóruns da Assembleia.

Nesse sentido, o Cruzeiro informa que acatará a decisão do TJMG e continuará adotando todas as medidas necessárias para a realização da Assembleia de Credores, com a brevidade possível, visando atender ao interesse da coletividade de seus credores, na busca de uma solução célere e sustentável para o endividamento tratado na Recuperação Judicial.

Para tanto, o Cruzeiro ressalta que as portas continuam abertas ao diálogo produtivo com os credores, respeitando a capacidade de pagamento da Associação, e reitera seu compromisso de empreender seus melhores esforços para atingir o consenso com os credores, o que certamente é o caminho para que se atinjam logo os objetivos da Recuperação Judicial.

Últimas