Lance Júnior Chávare reencontra o Grêmio com o Bahia, após duas passagens pelo clube gaúcho

Júnior Chávare reencontra o Grêmio com o Bahia, após duas passagens pelo clube gaúcho

Dirigente foi o responsável pela revelação de promessas como Everton Cebolinha e Pepê

Lance
Lance

Lance

Lance

Neste sábado (21), o gerente de futebol do Bahia, Júnior Chávare, irá reencontrar o Grêmio, clube do qual teve duas passagens, em partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Notadamente conhecido por revelar jogadores ao futebol brasileiro, o dirigente deixou um legado importante para as categorias de base do clube gaúcho.

Em 2013, enquanto executivo da base da equipe gremista, Chávare implementou o ‘Projeto Lapidar’, no intuito de proporcionar um maior desenvolvimento técnico e tático para os atletas de todas as categorias, desde os 12 até a fase quase profissional, de 20 anos.

- Além de um acompanhamento intenso de uma equipe única e exclusiva de profissionais, a principal virtude do 'Lapidar' foi trabalhar os fundamentos específicos nos treinamentos diante de uma didática que detectava o nível de desenvolvimento em que o jogador se encontrava.

O Projeto Lapidar foi responsável por lançar jogadores que chegaram à Seleção Brasileira e, posteriormente, foram vendidos à Europa. Exemplo de Everton Cebolinha, Wendell, Pedro Rocha, Arthur e Wallace. Além de nomes mais recentes, como Tetê e Pepê. No São Paulo, dois atletas também são citados com destaque dentro deste projeto: o Eder Militão e David Neres.

Depois do trabalho como coordenador geral das categorias de base do Grêmio, nos anos de 2013 e 2014, Chávare teve uma passagem pelo São Paulo, e retornou ao clube no ano seguinte, em 2015.

- Foram duas passagens marcantes na minha carreira e carrego o maior carinho e respeito pela instituição. No tempo que estive lá, fui um dos responsáveis por aproximar a base do grupo principal e notamos o fruto disso nos últimos anos para a agremiação - comentou o dirigente do Bahia.

No Bahia, o profissional consolidou sua carreira na gestão da categoria principal. O dirigente conquistou a Copa do Nordeste e começou uma campanha promissora no Brasileirão. Além disso, colocou em prática diversos conceitos no time de transição do clube. Um dos destaques do projeto, o goleiro Matheus Teixeira foi um dos atletas que saiu da equipe sub-23 para assumir a posição no time principal.

- A integração do time de transição com o elenco principal está nos ajudando a revelar grandes atletas e suprir as necessidades do treinador. Sempre buscamos boas oportunidades no mercado e conseguimos trazer jogadores de qualidade para reforçar o elenco - afirmou o gerente de futebol.

Últimas