Lance Judô brasileiro inicia viagem ao Japão rumo a Olimpíada de Tóquio

Judô brasileiro inicia viagem ao Japão rumo a Olimpíada de Tóquio

Primeira parte da delegação embarcou nesta quinta-feira para o Japão, onde irão começar o trabalho de preparação para os Jogos

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

O caminho para Tóquio começou para o judô brasileiro. Seis dos 13 judocas convocados para Tóquio-2020 embarcaram para o Japão nesta quinta-feira, à noite: Eric Takabatake (60kg), Daniel Cargnin (66kg), Eduardo Katsuhiro Barbosa (73kg), Rafael Silva (+100kg), Gabriela Chibana (48kg) e Larissa Pimenta (52kg). Eles estão acompanhados ainda por membros da comissão técnica e por atletas de apoio num grupo composto por 26 pessoas ao todo. Todos os integrantes do primeiro grupo foram aprovados nos protocolos de saúde pré-viagem estabelecidos pelo Comitê Olímpico do Brasil e pelo Comitê Organizador Tóquio-2020. Os demais atletas viajarão no próximo dia 13, terça-feira.

No Aeroporto de Guarulhos, a seleção foi recebida pela equipe médica do COB, que realizou o último teste de Covid-19 (antígeno) antes de liberar a delegação para a viagem. O vôo que levará os judocas brasileiros a Tóquio sai de São Paulo e ainda fará uma parada em Frankfurt, na Alemanha, antes do destino final. A previsão é que eles desembarquem no Aeroporto de Haneda no sábado, 10, por volta do meio-dia (hora local). De lá, seguirão de ônibus até a base de treinamentos do COB na cidade Hamamatsu, onde farão a aclimatação antes da competição. No dia 11, os técnicos comandarão as primeiras atividades de tatame em solo japonês.

- Para mim, parece que é a primeira Olimpíada. Primeiro, porque cada Olimpíada é diferente. E essa, no meio dessa questão de pandemia, uma série de protocolos, de regras, então estou me adaptando a tudo isso. É uma sensação de estar sendo tudo novo. Estou ansioso para chegar lá, aclimatar e começar a me colocar em condições de estar muito bem no dia da luta - disse o duas vezes medalhista olímpico, Rafael Silva, que pediu para chegar mais cedo ao Japão junto com os judocas mais leves.

Baby é o único veterano da turma que embarcou neste primeiro grupo. Para os outros cinco judocas, essa será, de fato, a primeira viagem olímpica.

- Agora, estou acreditando bastante na Olimpíada, de estar lá. No dia-a-dia do treinamento é diferente de estar com a delegação pronta para ir. Esse contato está sendo muito bom, estou muito feliz de estar aqui. A gente sabia, desde antes de vir para cá, que ia ser um caminho bem desafiador, que vai ter que ter um pouco mais de tranquilidade, de paciência. Mas, como meu foco está na medalha, na Olimpíada, eu estou até curtindo todo esse processo - revelou o meio-leve Daniel Cargnin, que lutará logo no segundo dia de competição em Tóquio.

​Cuidados e recomendações para encarar a longa jornada rumo ao Japão

O judô nasceu no Japão e os judocas brasileiros estão mais do que acostumados a atravessar o mundo algumas vezes por ano para treinamentos e competições naquele país. Conhecendo as dificuldades da longa jornada até o outro lado do mundo, a equipe multidisciplinar da CBJ elaborou uma série de recomendações e estratégias para dar mais conforto aos atletas, sobretudo na parte de alimentação, um dos maiores pontos de atenção durante a viagem.

- Vão ser quase dois dias de viagem. Estou levando barrinha de proteína, algumas barrinhas de cereais e castanhas por indicação da nossa nutricionista Roberta Lima. E, chegando em Frankfurt, vou tentar comprar água para ficar mais tranquilo. Na chegada ao Japão tem todo o processo de imigração, mais alguns testes de PCR e a gente teve que se municiar de mais comida para poder ficar tranquilo lá - explicou Baby.

O período de aclimatação do Brasil em Hamamatsu vai de 10 até 28 de julho, quando os últimos atletas deixarão a cidade rumo à Vila Olímpica. As saídas serão escalonadas, de acordo com a agenda de competição de cada judoca. A estratégia de ficar fora da Vila Olímpica é adotada pela CBJ desde 2012 e tem como objetivo oferecer um local mais tranquilo e exclusivo para a reta final de preparação dos judocas. A competição de Judô em Tóquio será no período de 24 a 31 de julho.

Delegação de Judô Tóquio-2020 - Grupo 1

Atleta Olímpico - 60kg
Eric Takabatake

Atleta Olímpico - 48kg
Gabriela Chibana

Atleta Olímpico - 66kg
Daniel Cargnin

Atleta Olímpico - 52kg
Larissa Pimenta

Atleta Olímpico - 73kg
Eduardo Katsuhiro Barbosa

Atleta Olímpico - +100kg
Rafael Silva

Atleta Apoio
Thayane Lemos
Alexia Nascimento
Maria Taba
Yasmim Lima
Matheus Takaki
David Lima
Gustavo Borsoi
João Lucas Soares
Jeferson Santos Jr

Chefe de Equipe

Ney Wilson Pereira da Silva

Sub-chefe de Equipe
Katherine Campos

Coordenadora Técnica
Rosicleia Campos

Coordenador Técnico
Luiz Juniti Shinohara

Técnico
Mario Tsutsui

Técnica
Yuko Fujii

Médico
Antonio Garofo

Preparador Físico
Wagner Zaccani

Nutricionista
Roberta Lima

Fisioterapeuta
Ricardo Amadei
Glaucio Paredes
 

Últimas