Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Jovem brasileiro, Victor Bini é suspenso por mais de um ano

Atleta foi pego no doping e ficará 13 meses fora de ação. Ele alegou contaminação cruzada de suplemento alimentar

Lance

Lance|Do R7


Lance
Victor Bini / Crédito: Divulgação

O jovem tenista brasileiro Victor Bini, de 20 anos, foi suspenso, nesta sexta-feira, pela ITIA, o International Tennis Integrity Association. O motivo foi um doping e a suspensão de 13 meses, um pouco mais de um ano.

Ele foi pego no torneio M15 realizado em abril no Brasil. O atleta foi flagrado com metabólitos do clomifeno. O clomifeno – uma substância antiestrogênica – é sempre proibido pela Seção S4 da Lista Proibida da Agência Mundial Antidopagem (WADA).

Bini, que bateu o 1631º posto na ATP, forneceu evidências de que a fonte do clomifeno era um suplemento contaminado feito sob medida, produzido no Brasil. Outros envios do jogador, incluindo fotografias tiradas do suplemento nos meses anteriores ao teste positivo para clomifeno, e um cronograma de seu uso, também foram recebidos pela ITIA.

A ITIA consultou o laboratório credenciado pela WADA em Montreal, que confirmou que o resultado positivo era consistente com o argumento de Bini de um suplemento contaminado. Dadas as circunstâncias do caso, a ITIA aceitou que era mais provável que o suplemento personalizado fosse a fonte do clomifeno encontrado no sistema do jogador.

Publicidade

O TADP determina que seja imposta uma suspensão de quatro anos se a ADRV for intencional, e dois anos para casos não intencionais, sendo possíveis reduções adicionais dependendo do grau de culpa ou negligência do jogador.

Neste caso, a ITIA aceitou que a violação não foi intencional e que o jogador não cometeu nenhuma culpa ou negligência significativa por essa violação. A ITIA propôs, e Bini aceitou, um período de inelegibilidade de 13 meses.

O clomifeno é considerado uma substância específica, portanto não acarreta suspensão provisória obrigatória e como o jogador não optou por realizar uma suspensão provisória voluntária, o período de inelegibilidade de Bini vai de 3 de outubro de 2023 até meia-noite de 2 de novembro de 2024. Durante este período, o jogador está proibido de jogar, treinar ou participar de qualquer evento de tênis autorizado ou sancionado pelos membros de tênis da ITIA: ATP, ITF, WTA, Australian Open, Roland Garros, Wimbledon e US Open.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.