Lance Jogos da diversidade: Olimpíada de Tóquio bate recorde de atletas LGBTQIA+

Jogos da diversidade: Olimpíada de Tóquio bate recorde de atletas LGBTQIA+

Levantamento de portal apontou 163 atletas LGBTQIA+ na atual edição 

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

A cerimônia da abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 ficou marcada pela mensagem de inclusão e diversidade. Segundo o levantamento do site 'Outsports', a 32ª edição da Olimpíada terá pelo menos 163 atletas LGBTQIA+, algo inédito na história do evento.

+ Jogos Olímpicos: cerimônia de abertura celebra diversidade e emociona com homenagens

O número supera as duas últimas edições juntas. Nos Jogos Olímpicos do Rio 2016, foram 56 atletas, enquanto em Londres 2012 foram 23. No total, foram 79. Portanto, o número de Tóquio 2020 é mais que o dobro das duas últimas edições somadas.

São 27 países com esportistas LGBTQIA+ em Tóquio. Os Estados Unidos lideram a lista com mais de 30 atletas, seguido pelo Canadá, Reino Unido e Países Baixos com 16. Já o Brasil possui 14, sendo seis somente no futebol, e teve um avanço em relação ao número no Rio 2016.

Na cerimônia de abertura, a diversidade e inclusão foram destacadas em vários momentos. Seis atletas, sendo três mulheres, fizeram o juramento olímpico. A pira olímpica foi acesa por Naomi Osaka, tenista japonesa, negra e filha de imigrantes, e a primeira da modalidade a conquistar um Grand Slam pelo país.

Últimas