Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Jogadores se tornam empresários de sucesso; Marcos Alexandre explica estratégia para multiplicar milhões conquistados nos gramados

Especialista pontua ser importante que o jogador conheça o terreno que irá desbravar e aproveite as portas

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance

É comum que jogadores de futebol, ao alcançarem grandes clubes no Brasil ou no mundo, acumulem grande fortuna durante a carreira. É igualmente comum que a carreira de um atleta de alto desempenho seja curta, por inúmeras razões, como desgaste físico e lesões. Porém, ao pendurar as chuteiras, muitos jogadores precisam desenvolver formas de aplicar todo o dinheiro conquistado nos gramados.

O empresário Marcos Alexandre analisa os diferentes cases de sucesso de grandes nomes do futebol brasileiro e explica as estratégias adotadas pelas estrelas. As escolhas são bastante individuais e, apesar de não existir uma fórmula do sucesso, ainda é possível traçar uma ideia de planejamento que fizeram os craques multiplicar seus patrimônios.

“Acho o mais emblemático o caso de Ronaldo Fenômeno. O maior artilheiro de copas do mundo de todos os tempos se aposentou dos campos e continuou marcando inúmeros golaços, agora do mundo dos negócios. Talvez, seja o maior exemplo de jogador e empreendedor. Como já estava envolvido na área, o fenômeno abriu a 9ine, agência de marketing esportivo, e com sua influência se posicionou como pioneiro neste segmento”, comentou.

“Ronaldo também se tornou sócio de uma rede de academias e ainda, com seu histórico de superação, criou uma clínica de fisioterapia e reabilitação. Fenômeno também comprou grandes clubes como o Cruzeiro, no Brasil, e Real Valladolid, na Espanha, hoje na segunda divisão”, acrescentou.

Publicidade

Diante desse cenário, o Marcos Alexandre aponta que Ronaldo Nazário buscou se posicionar e atuar em segmentos que seu nome se destacou em algum momento. Este tipo de ligação faz o público confiar e buscar seus empreendimentos. Porém, o especialista alerta que, mesmo para jogadores consagrados, não há garantia de que a carreira empresarial terá o mesmo sucesso.

“É muito importante que o jogador conheça o terreno que irá desbravar e aproveite as portas que foram abertas durante a carreira de futebolista para garantir o sucesso”, explicou.

“O Ronaldinho Gaúcho por exemplo, ídolo mundial, reverenciado como um atleta habilidoso, carismático e deixou sua inesquecível marca no Barcelona, mas, não desempenhou muito bem no mundo dos negócios. Se você analisar o Instagram do craque, verá que existem mais posts patrocinados do que orgânicos. Isso evidencia que as empresas sempre buscam vincular suas marcas a figura do craque. Porém, ao abrir a 18K Ronaldinho, empresa voltada à aplicação de criptomoedas, uma ação civil coletiva de danos morais foi movida, colocando o ex-jogador como réu e com uma pedida de devolução de cerca de R$ 300 milhões”, concluiu.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.