Jogadores do Galo tentam reverter demissão de Dudamel do clube

A saída do treinador não agradou a boa parte do elenco alvinegro, que saiu em defesa do venezuelano, demitido na última quarta-feira, após eliminação na Copa do Brasil​

Lance

Lance

Lance

A demissão do técnico Rafael Dudamel e de sua comissão técnica pelo Atlético-MG não repercutiram bem entre o elenco alvinegro. Boa parte dos jogadores tentará com o presidente Sérgio Sette Câmara o retorno do treinador, que foi demitido do cargo na última quarta-feira, 26 de fevereiro, após a eliminação na Copa do Brasil para o Afogados-PE, na segunda fase da competição mata-mata.
Uma reunião entre os jogadores e a diretoria pode mudar os rumos da saída de Dudamel. Na conversas, o presidente Sérgio Sette Câmara irá explicar quais as ideias para o restante do ano e ainda o que levou a demitir o técnico.

O mandatário do clube afirmou, em entrevista à Rádio Itatiaia, que havia atrito entre os atletas e o treinador. Mas, em várias declarações públicas, os jogadores foram em defesa de Dudamel, mesmo com a discordância de alguns em relação aos seus métodos de trabalho e regras de comportamento.

Dudamel ficou no comando do Galo por apenas 10 jogos, tendo quatro vitórias, quatro empates e duas derrotas, com 53,33% de aproveitamento. O treinador ficou apenas 52 dias em Belo Horizonte e chegou a ser ovacionado em sua chegada no Aeroporto, sendo recebido por centenas de torcedores.