Lance Jogador que fez parte do último ciclo da Seleção faz desabafo: 'Ano mais difícil da minha vida'

Jogador que fez parte do último ciclo da Seleção faz desabafo: 'Ano mais difícil da minha vida'

Atleta do futebol europeu escreve texto sobre as dificuldades enfrentadas em 2022

Lance
Lance

Lance

Lance

O meio-campista Arthur, ex-Grêmio, chegou a ser uma das principais peças da Seleção Brasileira com Tite. Após queda de rendimento, o jogador perdeu espaço no elenco brasileiro e também nos clubes por onde passou. Durante o último ano, ele virou jogador do Liverpool, da Inglaterra, mas uma lesão o impediu de ter sequência no time. Nas redes sociais, ele fez um desabafo e definiu 2022 como "o ano mais difícil da vida".

- 2022: o ano mais difícil da minha vida! Um ano futebolisticamente complicado, com muitas lesões, muitas críticas que tive que escutar calado, sem ao menos ter a oportunidade de expor a verdade, o que realmente estava acontecendo, muitas noites sem dormir pela dor física, muitos dias dentro do hospital, a angústia de esperar o laudo médico na esperança de que não fosse algo que poderia me impossibilitar de fazer o que eu mais amo, jogar futebol - contou Arthur.

+ Gerson de volta ao Flamengo, Suárez é anunciado por gigante brasileiro… o Dia do Mercado!

No final do desabafo, Arthur agradece ao ano de 2022 pelos ensinamentos e diz que "cresceu como pessoa, filho, namorado, amigo e atleta". Nos comentários da publicação, o meia recebeu apoio de ex-companheiros de Seleção como Philippe Coutinho e Douglas Costa.

- Você é craque, meu irmão. Para cima - comentou Coutinho.

- Vamos, irmão! Tu é craque - escreveu Douglas.

+ Jornalistas exaltam chegada de Suárez ao Grêmio: 'Fora de série'

Arthur iniciou a carreira de forma meteórica, rapidamente conquistando a titularidade no Grêmio. Com o clube gaúcho, venceu a Libertadores e a Recopa Sul-Americana. Depois, se transferiu para o Barcelona, mas não conseguiu repetir o bom desempenho. O rumo seguinte foi a Juventus, da Itália, onde novamente ficou abaixo das enormes expectativas criadas no começo da trajetória profissional.

Confira o desabafo de Arthur na íntegra.

2022: o ano mais difícil da minha vida!

Um ano futebolisticamente complicado, com muitas lesões, muitas críticas que tive que escutar calado, sem ao menos ter a oportunidade de expor a verdade, o que realmente estava acontecendo, muitas noites sem dormir pela dor física, muitos dias dentro do hospital, a angústia de esperar o laudo médico na esperança de que não fosse algo que poderia me impossibilitar de fazer o que eu mais amo, jogar futebol.

O ano em que eu mais me cobrei evolução como jogador de futebol para realizar meus objetivos.
2022 foi o ano em que eu mais dediquei fora de campo, que eu mais treinei , que eu mais me esforcei e foi o ano em que tive mais problemas dentro de campo.

Um ano com muita turbulência emocional na minha vida pessoal, um ano que quanto mais eu lutava mais as coisas saiam dos trilhos!

E o mais importante… 2022 foi o ano em que eu mais cresci como pessoa, como filho, como namorado, como amigo, como atleta!

Só tenho a agradecer pelo ano de 2022, por todos os aprendizados, um ano difícil, uma fase difícil.
Mas foi um ano que me deu muitos ensinamentos e que vou levar para os próximos anos da minha vida.

Obrigado 2022 e que venha 2023!

Seja Forte, Tenha Fé

Últimas