Lance Jardine explica demora nas mudanças e celebra título olímpico

Jardine explica demora nas mudanças e celebra título olímpico

Treinador manteve a equipe por 90 minutos e realizou alterações somente na prorrogação

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

O Brasil é bicampeão olímpico. A Seleção Brasileira venceu a Espanha por 2 a 1, na manhã deste sábado, em Yokohama, e conquistou a medalha de ouro no futebol masculino pela segunda vez na história. Matheus Cunha e Malcom marcaram os gols do título, enquanto Oyarzabal descontou.

+ Brasil conquista três medalhas de ouro e iguala recorde: veja o resumo do dia

O Brasil foi superior no primeiro tempo e foi para o intervalo com a vantagem no placar. Já na etapa final, a Seleção Olímpica cansou, a Espanha cresceu e conseguiu empatar. O técnico André Jardine só mudou a equipe após os 90 minutos com a entrada de Malcom no lugar de Matheus Cunha. O treinador explicou o motivo da demora nas alterações.

- A substituição tem que fazer muito sentido. Sentia que Matheus Cunha ainda estava com energia para decidir o jogo. A entrada do Malcom foi decisiva pelo lado esquerdo - explicou o treinador.

Com a vitória sobre a Espanha, o Brasil conquistou a segunda medalha de ouro na história das Olimpíadas. A Seleção Brasileira é recordista em medalhas na história do futebol masculino, com sete (duas de ouro, duas de bronze e três de prata). O treinador exaltou todos os jogadores que fizeram parte da conquista.

- Muitos vimos crescer e virarem jogadores de nível de Seleção Brasileira. Hoje almejando um espaço na (seleção) principal. É muito gratificante. Somos muito vitoriosos por causa do trabalho de todo mundo - finalizou.

Confira o quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos de Tóquio:

Últimas