Palmeiras

Lance Invicto em finais pelo Palmeiras no Dérbi, Luxa tem cenário inédito

Invicto em finais pelo Palmeiras no Dérbi, Luxa tem cenário inédito

Treinador venceu as três decisões como técnico do Alviverde contra o rival, mas jogo de ida teve vitória, em duas oportunidades, e derrota, uma vez. Empate na ida é a novidade

Lance
Lance

Lance

Lance

Vanderlei Luxemburgo tem experiência quando o assunto é final entre Palmeiras e Corinthians. Dono de três títulos conquistados contra o rival como técnico do Alviverde, ele vive um cenário inédito para a finalíssima.

Nas três oportunidades anteriores, Luxa saiu vencedor ou perdedor dos duelos contra o Corinthians. Na final do Paulista de 1993, ele acabou derrotado por 1 a 0, gol de Viola. Na volta, o Verdão fez 3 a 0 no tempo normal e Evair, de pênalti, sacramentou o título finalizando o marcador: 4 a 0. O título findou um jejum de quase 17 anos sem conquista palmeirense.

No mesmo ano, as duas equipes voltaram a se enfrentar em uma final, desta vez pelo Rio-SP. Naquela oportunidade Edmundo marcou duas vezes e abriu caminho para o título, decretado com um empate sem gols na volta.

Os rivais voltaram a se encontrar na final do Campeonato Brasileiro de 1994. A vantagem a favor de Luxemburgo foi criada logo na ida com o triunfo por 3 a 1, no Pacaembu. A igualdade por 1 a 1, também no Paulo Machado de Carvalho, deu, novamente, a taça para o Palmeiras.

No sábado (8), Luxemburgo precisa vencer para ser campeão durante os 90 minutos. Em caso de novo empate a decisão será nos pênaltis.

Últimas