Lance Internautas brasileiros e colombianos invadem perfil de Ramírez após acusação de Gerson: 'Racista'

Internautas brasileiros e colombianos invadem perfil de Ramírez após acusação de Gerson: 'Racista'

Meio-campista colombiano recebeu críticas nas redes sociais após suposta injúria racial

Lance
Lance

Lance

Lance

Os torcedores brasileiros e colombianos usaram as redes sociais para detonar o jogador Índio Ramírez, que foi acusado de injúria racial durante a partida entre Flamengo e Bahia, pela 26ª rodada do Brasileirão. Os internautas criticaram a suposta postura racista do atleta e xingaram-o pela acusação do crime.

+ Confira a tabela de classificação do Brasileirão Séria A

+ Giba com prisão decretada: veja outros atletas que foram punidos por não pagar pensão

- Você não ofende apenas o Gerson, você ofende todos, principalmente o Bahia que é formado por negros que construiriam tanto o clube quanto a cidade - comentou um dos torcedores. Uma das frases mais citadas foi "fogo nos racistas".

Diversas manifestações em espanhol também dominaram a última postagem do colombiano pelo Twitter. A foto chegou a ter mais de 1,2 mil comentários - algo superior a média de interações na página. "Descanse em paz, Índio. Aqui morreu um "pecho frio", "tronco", racista e filho da p*. Que te sancionem", escreveu uma torcedora na língua estrangeira.

- Racista de m* - comentou outro. Várias publicações na postagens foram banidas ou apagadas por xingamentos ou outras práticas que ferem as normas do Twitter.

O Bahia repudiou a suposta injúria e afastou Ramírez até que a situação seja investigada. Juan Pablo Ramírez, colombiano de 23 anos, pertence ao Atlético Nacional, da Colômbia, e está emprestado ao Tricolor até o fim do próximo ano.

Gerson, volante do Flamengo, indicou, durante a partida, que o meia adversário havia dito "Cala a boca, negro" na vitória do Rubro-Negro por 4 a 3, neste domingo, no Maracanã.

Últimas