Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Inter x Vasco deste domingo será o primeiro capítulo do duelo após a morte do ídolo cruz-maltino Roberto Dinamite

Ao LANCE!, ex-defensor do Colorado lembra jogada histórica para a carreira do eterno craque

Lance

Lance|Do R7


Lance
Lembranças de Roberto Dinamite seguem até hoje na memória de zagueiro colorado (Foto: Divulgação / Vasco; Divulgação / Internacional)

O embate entre Internacional e Vasco no Beira-Rio logo mais será simbólica para a torcida vascaína. Na 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, as duas equipes se encontrarão pela primeira vez depois desta rivalidade perder um de seus nomes mais emblemáticos. Morto em 8 de janeiro, aos 68 anos, Roberto Dinamite começou a trilhar seu caminho para a idolatria diante do Colorado. A partida será realizada às 16h deste domingo (11).

Mesmo às vésperas de mais uma edição de Inter e Vasco, as lembranças daquele 25 de novembro de 1971 no qual Roberto se consagrou no Maracanã seguem latentes. Zagueiro que partiu para a marcação do então promissor atacante cruz-maltino, o colorado Pontes recordou-se com nostalgia daquele jogo pelo Brasileirão.

+ Confira a classificação atualizada e a tabela completa do Brasileirão

- Na verdade, foi ali que começou a aparecer o futebol do Roberto. De certa forma, fico feliz, mesmo sem querer, me tornei um "parceiro" dele, desse momento que deu confiança para ele crescesse. E o gol foi realmente muito bonito - recordou o defensor, que, ao LANCE!, descreveu como foi a jogada:

Publicidade

- Fizeram o lançamento para ele e, como tinha antecipação boa, o Roberto foi para cima. Tentei o combate, ele me driblou, aí o chute foi impressionante. Acertou a forquilha, não deu chance pro Gainete - completou.

Roberto tinha entrado em campo no lugar de Gilson Nunes. O Vasco vencia a partida, com gol de Buglê, e confirmou a vitória por 2 a 0. No dia seguinte, o "Jornal dos Sports" consolidou o apelido do eterno ídolo do Cruz-Maltino, ao estampar a manchete "Garoto-Dinamite explode no Maracanã".

Publicidade

O ex-defensor revelou uma situação curiosa pela qual passou em torno da partida.

- Eu tinha um irmão que era vascaíno roxo. É claro que, por ser gaúcho e por eu estar no Internacional, ele torcia para o Inter. Mas ele estava no Maracanã e viu a situação toda. Até fez gozação comigo depois do jogo - disse.

Publicidade

Campeão brasileiro de 1975 pelo Colorado, Pontes deixou alguns alertas para o atual Internacional.

- Acredito que o Inter esteja pecando um pouco, insistindo com jogadas que não estão dando certo... Pode dar mais chances a atletas da base.

Em seguida, o ex-zagueiro falou sobre o quanto a lembrança de Dinamite pode ser crucial para o Vasco.

- Ele é um exemplo de jogador vencedor. Tomara que quem está atualmente no Vasco saiba passar isso, ainda mais nesse momento no qual o clube vem passando por momentos difíceis e em meio a uma transformação no seu futebol - disse.

O Cruz-Maltino tenta se reencontrar com as vitórias após uma indigesta sequência de oito jogos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.