Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Com a missão de substituir Benzema na Copa, Giroud busca recorde de Henry pela França

Centroavante, que chegou ao Qatar como reserva e deve ser titular, tentará aumentar feitos pelos Les Bleus

Humor Esportivo

Humor Esportivo|Do R7


Olivier Giroud é um atacante de bastante apelo na França, mas às vezes subestimado ao redor do planeta. Muito disso se diz devido aos números do centroavante na Copa do Mundo de 2018. Apesar do bom desempenho, terminou o torneio sem marcar um gol sequer. 

+ Mbappé atinge estrelato e chega ao Qatar como centro das atenções

O atacante foi peça fundamental no ataque campeão do mundo há quatro anos. Se não balançou as redes, sua função em campo ao lado de Mbappé e Griezmann no setor ofensivo foi determinante para a conquista do bicampeonato diante da Croácia. 

Titular nos sete jogos, o trabalho de pivô de Giroud e a movimentação no ataque foram elogiadas durante o Mundial. Porém, para alguns, a falta de bola na rede chamou mais a atenção. Esse é um dos dilemas para o centroavante no Qatar.

Publicidade

– Já marquei na Euro 2016. Mas marcar na principal competição (Copa do Mundo) continua sendo importante. Estarei 200% para ajudar o time e fazer meu trabalho dentro de campo – declarou o atacante em entrevista recente.

+ Com desfalques por lesão, Giroud pede ‘cuidado’ nos treinos

Publicidade

Teoricamente, Giroud inicia a competição como titular após a lesão de Karim Benzema. Com isso, o jogador do Milan deve ter mais minutos em campo no Mundial do Qatar.

– Estou muito feliz por fazer parte dessa aventura, é um grande orgulho fazer minha terceira Copa do Mundo. Meu papel, já falei sobre isso no passado. Conversei com o treinador, está tudo claro. Assim que for necessário, tentarei trazer o que sei fazer – disse o atleta que jogou as Copas de 2014 e 2018.

Publicidade

Recorde de Henry no horizonte

Se criticado por não estufar as redes na Copa de 2018, o mesmo não pode se dizer de outras competições e amistosos. Com 49 gols marcados em 114 jogos pelos Le Bleus, Giroud está a dois tentos de igualar os números de nada menos que Thierry Henry, um dos grandes ídolos da história do país, como o maior artilheiro França.

O recorde pode consolidar de vez o nome de Olivier Giroud como um dos centroavantes mais históricos da seleção francesa. Se não por apoio popular, sim, por números reais conquistados durante a carreira.

Com Giroud no elenco (e provavelmente em campo), a França estreia no Mundial do Qatar dia 22 de novembro, às 16h (de Brasília), contra a Austrália, em Al-Wakrah. No Grupo D, os Le Bleus ainda enfrentam a Dinamarca e a Tunísia na primeira fase da Copa do Mundo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.