Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

!Histórico! Zâmbia bate Costa Rica e conquista sua primeira vitória na Copa do Mundo Feminina

Mesmo eliminadas, africanas fizeram grande jogo e marcaram com Mweemba, Banda e Kundananji; Herrera descontou para as centro...

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance

Na manhã desta segunda-feira, a Zâmbia bateu a Costa Rica por 3 a 1, em belo jogo válido pela Copa do Mundo Feminina. No primeiro tempo, Lushomo Mweemba e Barbra Banda abriram o placar com meia hora de partida para as africanas; Melissa Herrera descontou no comecinho da segunda etapa, mas nos acréscimos, Racheal Kundananji garantiu o triunfo das Rainhas do Cobre.

+ Confira todas as informações da Copa do Mundo Feminina

Com o resultado, a Zâmbia chegou à sua primeira vitória na história do Mundial e terminou sua passagem em terceiro no grupo C, que teve Japão e Espanha classificados. Já a Costa Rica finda sua jornada na edição de 2023 sem pontuar, tendo perdido todas as partidas.

+ Torça pela nossa Seleção Feminina com camisas a partir de R$29,90

Publicidade

Veja os cinco principais lances do confronto

!NA BOLA AÉREA! A Zâmbia abriu o placar com dois minutos no relógio. Hellen Chanda cobrou escanteio aberto, na reta da pequena área. Mweemba apareceu para chapar de primeira, com o pé direito, encobrindo a goleira Solera e inaugurando o marcador.

Publicidade

!PELA MARCA DA CAL! Evarine Katongo, aos 28 minutos, fez grande jogada pelo lado esquerdo da área e cruzou para o meio. Barbra Banda, na pequena área, tentou a finalização, mas foi puxada pela zaga costarriquenha. A própria capitã foi para a cobrança e, muito concentrada, deslocou Solera, ampliando o placar.

!LUZ NO FIM DO TÚNEL! Depois do segundo gol zambiano, a Costa Rica melhorou no jogo e já fazia por merecer o gol de descontos no fim do primeiro tempo. E ele veio aos dois minutos da segunda etapa. Em levantamento de escanteio, Coto subiu na marca do pênalti e cabeceou para o alto. Valeria Gutiérrez cabeceou para o meio, ganhando da goleira africana, e Valeria Herrera completou para o fundo das redes.

Publicidade

!FALTOU PONTARIA! Aos 32 minutos, as centro-americanas tiveram grande chance de empatar o duelo. Em jogada tramada pela esquerda, Coto achou um passe rasante para Herrera, que cruzou na segunda trave. Gutiérrez apareceu a nove metros do gol e bateu de primeira, mas a bola passou tirando tinta da trave de Musonda.

!GOLPE DE MISERICÓRDIA! Já nos acréscimos, veio o terceiro zambiano. Barbra Banda recebeu bola pela intermediária ofensiva e fez grande jogada individual, passando no meio de duas jogadoras. A capitã não foi fominha e ameaçou bater, mas fez grande abertura para Kundananji, que dominou com frieza, olhou e bateu bonito, tirando de Solera. Festa africana na Nova Zelândia e história garantida na Copa do Mundo Feminina.

Como foi o primeiro tempo?

A metade inicial de partida mostrou uma Zâmbia com mais vontade de vencer e fazer história, sendo recompensada logo aos três minutos de jogo, em gol de Mweemba. O ritmo das africanas não diminuiu e, meia hora depois, foi a vez de Barbra Banda deixar sua marca em cobrança de pênalti. O time da Costa Rica mostrou um futebol bastante limitado e não resistiu ao ímpeto da equipe zambiana.

E a segunda etapa?

Já a segunda metade foi um pouco diferente, com as costarriquenhas querendo mais jogo e marcando logo aos dois minutos, com Melissa Herrera. A pressão feita no restante do confronto, porém, não foi suficiente, esbarrando em dia iluminado de Catherine Musonda. No fim, veio a cereja do bolo: o terceiro gol, feito por Kundananji, que garantiu a primeira vitória da equipe na história dos Mundiais Femininos.

Como ficou a situação das equipes?

Já com a eliminação garantida, a Zâmbia chegou à terceira posição com três pontos, enquanto a Costa Rica terminou sua jornada com zero pontos, na lanterna do grupo C. O Japão, que aplicou uma goleada sobre a Espanha, garantiu a liderança com 100% de aproveitamento e enfrenta a Noruega, enquanto a Espanha, que perdeu sua invencibilidade, pega a Suíça nas oitavas de final.

+ Na base do contra-ataque, Japão bate Espanha com facilidade pela Copa do Mundo Feminina

FICHA TÉCNICA

Costa Rica 1x3 Zâmbia

Data e horário: segunda-feira, 31 de julho de 2023, às 4h (de Brasília)

Local: FMG Stadium Waikato, em Hamilton (NZE)

Arbitragem: Bouchra Karboubi (árbitra); Fatiha Jermoumi e Soukaina Hamdi (auxiliares); Yu-Jeong Kim (quarta árbitra); Adil Zourak e Abdulla Al-Marri (VAR)

Público: 8.117 presentes

Cartões amarelos: Valeria Gutiérrez, Mariana Benavides e Katherine Alvarado (COS); Martha Tembo e Barbra Banda (ZAM)

Gols: Melissa Herrera, aos 47' (COS); Lushomo Mweemba, aos 3', Barbra Banda, aos 31', e Racheal Kundananji, aos 90+3' (ZAM)

COSTA RICA (Treinadora: Amelia Valverde)

Daniela Solera; Valeria Gutiérrez, Fabiola Villalobos, Mariana Benavides e María Coto; Katherine Alvarado (Alexandra Pinell) e Raquel Cedeño; Melissa Herrera, Gloriana Villalobos (María Paula Salas) e Priscilla Chinchilla; Sheika Scott (Emilie Valenciano)

ZÂMBIA (Treinador: Bruce Mwape)

Catherine Musonda; Margaret Belemu, Agness Musase, Lushomo Mweemba e Martha Tembo; Susan Banda, Avell Chitundu (Siomala Mapepa) e Racheal Kundananji; Hellen Chanda (Hellen Mubanga), Evarine Katongo (Mary Wilombe) e Barbra Banda

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.