Lance Há dez anos, Palmeiras goleava no último jogo do Palestra Itália

Há dez anos, Palmeiras goleava no último jogo do Palestra Itália

Estádio recebeu última partida em 22 de maio de 2010 e depois foi fechado para as reformas do que viria a se transformar no Allianz Parque; relembre números

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

Em 22 de maio de 2010 o torcedor palmeirense se despedia do seu xodó, o estádio Parque Antárctica, também conhecido como Palestra Itália, na vitória por 4 a 2 em cima do Grêmio, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro daquele ano.

Há exatos dez anos, entravam em campo Marcos; Vítor, Danilo, Léo, Maurício Ramos e Armero; Edinho, Márcio Araújo, Marcos Assunção, Cleiton Xavier e Ewerthon; Souza, Vinícius e Paulo Henrique, sob comando do interino Parraga, que entrou no lugar de Antonio Carlos, recém-demitido. Os gols foram marcados por Ewerthon (dois), Maurício Ramos e Cleiton Xavier. Do outro lado, Jonas e Hugo descontaram.

O estádio foi palco, então, daquela última partida. Dentro de campo, festa, mas, fora dele, o período era conturbado, com críticas à diretoria. O local sempre foi o mesmo, onde hoje se encontra o moderno Allianz Parque, com inauguração em maio de 1902. No entanto, o Palmeiras só foi pisar ali pela primeira vez 15 anos depois, em 1917.

De lá até 22 de maio de 2010, foram 1065 vitórias, 317 empates e 188 derrotas, com 3693 gols feitos e 1485 gols sofridos. Quem mais jogou por ali foi o goleiro Marcos (212 partidas), seguido de Ademir da Guia (184), Heitor (171), Galeano (167) e Velloso (153). Já os maiores artilheiros do estádio são, nesta sequência, Heitor (175), Luizinho Mesquita (65), Evair (54), Romeu Pellicciari (53) e Edmundo (51).

Também vale lembrar (e muito) os títulos ali conquistados. A maior deles, a Copa Libertadores de 1999 em cima do Deportivo Cali, mas também a Mercosul (1998), Rio-São Paulo (1933), Paulistas, entre outros.

O antigo Parque Antárctica deu espaço ao Allianz Parque em novembro de 2014, dois anos depois do esperado. Desde então, o Palmeiras conquistou uma Copa do Brasil e dois Campeonatos Brasileiros.

Últimas