Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Guia do Brasileirão Feminino: fique por dentro de tudo da competição

Finalistas na temporada passada, Corinthians e Avaí pintam como favoritos no torneio que começa neste final de semana

Lance

Lance|Do R7

O Campeonato Brasileiro Feminino A1 vai começar neste sábado (17). São 16 times na briga pela taça. A primeira fase será realizada em forma de pontos corridos. Ao final das 15 rodadas, as oito melhores equipes avançam para as quartas de final, disputadas em jogos de ida e volta em modelo de mata-mata, até a grande decisão. Conheça todos os clubes participantes!
O Campeonato Brasileiro Feminino A1 vai começar neste sábado (17). São 16 times na briga pela taça. A primeira fase será realizada em forma de pontos corridos. Ao final das 15 rodadas, as oito melhores equipes avançam para as quartas de final, disputad... O Campeonato Brasileiro Feminino A1 vai começar neste sábado (17). São 16 times na briga pela taça. A primeira fase será realizada em forma de pontos corridos. Ao final das 15 rodadas, as oito melhores equipes avançam para as quartas de final, disputadas em jogos de ida e volta em modelo de mata-mata, até a grande decisão. Conheça todos os clubes participantes!
Avaí/Kindermann: o time catarinense é o atual vice-campeão brasileiro, tendo sido derrotado para o Corinthians na edição de 2020 do Brasileirão Feminino, e também chega como um dos favoritos. Um dos destaques do time é a goleira Bárbara, titular da Seleção Brasileira.
Avaí/Kindermann: o time catarinense é o atual vice-campeão brasileiro, tendo sido derrotado para o Corinthians na edição de 2020 do Brasileirão Feminino, e também chega como um dos favoritos. Um dos destaques do time é a goleira Bárbara, titular da Sel... Avaí/Kindermann: o time catarinense é o atual vice-campeão brasileiro, tendo sido derrotado para o Corinthians na edição de 2020 do Brasileirão Feminino, e também chega como um dos favoritos. Um dos destaques do time é a goleira Bárbara, titular da Seleção Brasileira.
Bahia: o tricolor baiano disputou o Campeonato Brasileiro A2 em 2020, mas garantiu o acesso para a elite do futebol feminino por ter chegado na semifinal da Série A2.
Bahia: o tricolor baiano disputou o Campeonato Brasileiro A2 em 2020, mas garantiu o acesso para a elite do futebol feminino por ter chegado na semifinal da Série A2. Bahia: o tricolor baiano disputou o Campeonato Brasileiro A2 em 2020, mas garantiu o acesso para a elite do futebol feminino por ter chegado na semifinal da Série A2.
Botafogo: o time carioca vai jogar a Série A1 do Campeonato Brasileiro após ter sido vice-campeão da Série A2 de 2020, perdendo a final para o Napoli.
Botafogo: o time carioca vai jogar a Série A1 do Campeonato Brasileiro após ter sido vice-campeão da Série A2 de 2020, perdendo a final para o Napoli. Botafogo: o time carioca vai jogar a Série A1 do Campeonato Brasileiro após ter sido vice-campeão da Série A2 de 2020, perdendo a final para o Napoli.
Corinthians: a equipe é a atual campeã brasileira e entra na competição para defender o título. Além disso, o Timão vem de ótimas campanhas. Foi campeão em 2018 e vice em 2019. Por isso, é um dos favoritos para essa edição. Um dos destaques do time é a artilheira Gabi Nunes.
Corinthians: a equipe é a atual campeã brasileira e entra na competição para defender o título. Além disso, o Timão vem de ótimas campanhas. Foi campeão em 2018 e vice em 2019. Por isso, é um dos favoritos para essa edição. Um dos destaques do time é a... Corinthians: a equipe é a atual campeã brasileira e entra na competição para defender o título. Além disso, o Timão vem de ótimas campanhas. Foi campeão em 2018 e vice em 2019. Por isso, é um dos favoritos para essa edição. Um dos destaques do time é a artilheira Gabi Nunes.
Cruzeiro: fundada em 2019, a equipe foi vice-campeã do Brasileirão A2 no mesmo ano e garantiu o acesso. Na temporada passada, terminou na 10ª colocação e não passou para a segunda fase.
Cruzeiro: fundada em 2019, a equipe foi vice-campeã do Brasileirão A2 no mesmo ano e garantiu o acesso. Na temporada passada, terminou na 10ª colocação e não passou para a segunda fase. Cruzeiro: fundada em 2019, a equipe foi vice-campeã do Brasileirão A2 no mesmo ano e garantiu o acesso. Na temporada passada, terminou na 10ª colocação e não passou para a segunda fase.
Flamengo: campeão em 2016, o time feminino do Rubro-Negro não conseguiu se classificar para a fase mata-mata na temporada passada. Em 2019, caiu na semifinal para o Corinthians.
Flamengo: campeão em 2016, o time feminino do Rubro-Negro não conseguiu se classificar para a fase mata-mata na temporada passada. Em 2019, caiu na semifinal para o Corinthians. Flamengo: campeão em 2016, o time feminino do Rubro-Negro não conseguiu se classificar para a fase mata-mata na temporada passada. Em 2019, caiu na semifinal para o Corinthians.
Grêmio: a equipe gaúcha disputou a Série A2 do Brasileirão e garantiu o acesso. Já em 2020, caiu nas quartas de final para o campeão Corinthians.
Grêmio: a equipe gaúcha disputou a Série A2 do Brasileirão e garantiu o acesso. Já em 2020, caiu nas quartas de final para o campeão Corinthians. Grêmio: a equipe gaúcha disputou a Série A2 do Brasileirão e garantiu o acesso. Já em 2020, caiu nas quartas de final para o campeão Corinthians.
Internacional: as meninas do Colorado chegaram às quartas de final da competição na temporada passada, mas foram eliminadas pelo time do Avaí/Kindermann. Em 2019, também caiu nas quartas.
Internacional: as meninas do Colorado chegaram às quartas de final da competição na temporada passada, mas foram eliminadas pelo time do Avaí/Kindermann. Em 2019, também caiu nas quartas. Internacional: as meninas do Colorado chegaram às quartas de final da competição na temporada passada, mas foram eliminadas pelo time do Avaí/Kindermann. Em 2019, também caiu nas quartas.
Minas Brasília: fundado em 2012, a equipe não conseguiu se classificar para a fase de mata-mata da competição nas últimas duas temporadas. Em 2019, terminou na 11ª colocação. Já em 2020, ficou em 12º, primeira posição acima dos rebaixados.
Minas Brasília: fundado em 2012, a equipe não conseguiu se classificar para a fase de mata-mata da competição nas últimas duas temporadas. Em 2019, terminou na 11ª colocação. Já em 2020, ficou em 12º, primeira posição acima dos rebaixados. Minas Brasília: fundado em 2012, a equipe não conseguiu se classificar para a fase de mata-mata da competição nas últimas duas temporadas. Em 2019, terminou na 11ª colocação. Já em 2020, ficou em 12º, primeira posição acima dos rebaixados.
Napoli: o time de Santa Catarina conquistou o acesso ao Brasileirão A1 após ter sido campeão da Série A2 na última temporada.
Napoli: o time de Santa Catarina conquistou o acesso ao Brasileirão A1 após ter sido campeão da Série A2 na última temporada. Napoli: o time de Santa Catarina conquistou o acesso ao Brasileirão A1 após ter sido campeão da Série A2 na última temporada.
Palmeiras: a equipe chegou até a fase semifinal na temporada passada, apresentando um bom futebol. Para a edição de 2021, a grande contratação do clube foi Bia Zaneratto, jogadora da Seleção Brasileira que retorna ao Alviverde.
Palmeiras: a equipe chegou até a fase semifinal na temporada passada, apresentando um bom futebol. Para a edição de 2021, a grande contratação do clube foi Bia Zaneratto, jogadora da Seleção Brasileira que retorna ao Alviverde. Palmeiras: a equipe chegou até a fase semifinal na temporada passada, apresentando um bom futebol. Para a edição de 2021, a grande contratação do clube foi Bia Zaneratto, jogadora da Seleção Brasileira que retorna ao Alviverde.
Real Brasília: a equipe brasiliense também vai disputar a Série A1 do Campeonato Brasileiro após ter ficado entre os quatro primeiros colocados da A2 em 2020.
Real Brasília: a equipe brasiliense também vai disputar a Série A1 do Campeonato Brasileiro após ter ficado entre os quatro primeiros colocados da A2 em 2020. Real Brasília: a equipe brasiliense também vai disputar a Série A1 do Campeonato Brasileiro após ter ficado entre os quatro primeiros colocados da A2 em 2020.
Santos: as Sereias da Vila foram campeãs nacionais em 2017, mas caiu nas quartas de final nas últimas duas temporadas (2019 e 2020). O destaque do time é a experiente Cristiane, atacante que voltou para o Santos na temporada passada.
Santos: as Sereias da Vila foram campeãs nacionais em 2017, mas caiu nas quartas de final nas últimas duas temporadas (2019 e 2020). O destaque do time é a experiente Cristiane, atacante que voltou para o Santos na temporada passada. Santos: as Sereias da Vila foram campeãs nacionais em 2017, mas caiu nas quartas de final nas últimas duas temporadas (2019 e 2020). O destaque do time é a experiente Cristiane, atacante que voltou para o Santos na temporada passada. (PEDRO ERNESTO GUERRA AZEVEDO)
São José: uma das equipes mais tradicionais do futebol feminino brasileiro, fundada em 2010, o São José terminou a competição de 2020 como 11º colocado.
São José: uma das equipes mais tradicionais do futebol feminino brasileiro, fundada em 2010, o São José terminou a competição de 2020 como 11º colocado. São José: uma das equipes mais tradicionais do futebol feminino brasileiro, fundada em 2010, o São José terminou a competição de 2020 como 11º colocado.
São Paulo: a equipe do Morumbi foi campeã do Campeonato Brasileiro A2 em 2019 e caiu na semifinal do Brasileirão Feminino A1 em 2020. Também chega como um dos favoritos. Para a temporada de 2021, um dos destaques do time é a atacante Carla Nunes.
São Paulo: a equipe do Morumbi foi campeã do Campeonato Brasileiro A2 em 2019 e caiu na semifinal do Brasileirão Feminino A1 em 2020. Também chega como um dos favoritos. Para a temporada de 2021, um dos destaques do time é a atacante Carla Nunes. São Paulo: a equipe do Morumbi foi campeã do Campeonato Brasileiro A2 em 2019 e caiu na semifinal do Brasileirão Feminino A1 em 2020. Também chega como um dos favoritos. Para a temporada de 2021, um dos destaques do time é a atacante Carla Nunes.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.