Governadora de Tóquio critica COI por mudar local da marcha atlética

Além da marcha atlética, maratona olímpica também será realizada em Sapporo; Yuriko Koike afirma que decisão não agradou o governo metropolitano da capital japonesa

Lance

Lance

Lance

Marcha atlética e a maratona olímpica não serão realizadas em Tóquio, mas em Sapporo. No entanto, as mudanças feitas pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) não agradaram ao governo metropolitano da capital japonesa. A governadora de Tóquio, Yuriko Koike, fez fortes críticas. Apesar da confirmação, Koike afirmou que o governo metropolitano da capital permanece não convencido.

– A melhor ideia seria se esses eventos fossem realizados em Tóquio. Eu não vou mudar esse conceito básico. Não podemos concordar com a decisão do COI, mas o COI tem a última palavra. Não vamos obstruir essa decisão. Mas, deixe-me dizer, essa não foi uma decisão unânime – disse.

O fato foi confirmado depois deu uma reunião envolvendo os governantes da capital japonesa, o Comitê Olímpico Internacional (COI), o Comitê Organizador de Tóquio 2020 e o Governo do Japão nesta sexta-feira.

A alteração é por conta das altas temperaturas. Na época em que será realizada a Olimpíada, Tóquio chega a 34ºC durante o mês de julho, que é o verão naquela parte do planeta. Em Sapporo, a máxima não costuma passar de 28ºC.