Lance Gómez se torna desfalque certo, e Palmeiras ainda aguarda por Rony

Gómez se torna desfalque certo, e Palmeiras ainda aguarda por Rony

Zagueiro não chegou a acerto financeiro para validar renovação de seu contrato e acabou o prazo de inscrições nesta fase do Paulista; segue espera por resposta de recursos por Rony

Lance
Lance

Lance

Lance

Está confirmado: Gustavo Gómez será desfalque contra o Corinthians. Não houve acerto financeiro para que o jogador validasse a renovação de seu contrato com o Palmeiras e acabou nesta segunda-feira o prazo para inscrição de jogadores na primeira fase do Campeonato Paulista, o que o torna ausência tanto nesta quarta-feira quanto diante do Água Santa, no domingo. A diretoria ainda espera que Rony tenha condições legais de atuar no clássico.

Gómez já atuou neste Estadual, mas com contrato até 30 de junho. O paraguaio tem vínculo acertado até a metade de 2024, mas a validação desse documento depende de mais uma assinatura, algo que o jogador só fará quando resolver todas as pendências financeiras com o clube. Assim, o zagueiro não tem qualquer registro na Federação Paulista de Futebol e só tem chance de voltar a jogar na próxima fase - se houver acerto e o clube confirmar a classificação.

Responsáveis pela carreira do jogador argumentam que Gustavo Gómez mantém negociações para resolver as pendências financeiras desde janeiro para valores que faziam parte do acordo do jogador com o clube, que defende há dois anos, ainda não foram quitados. A diretoria, por sua vez, aponta que há um aumento salarial estabelecido em contrato a cada renovação, mas que o zagueiro deseja uma ampliação maior do que a prevista. Por isso, o impasse.

Já há um acordo com o Milan, que detinha os direitos econômicos de Gómez e enviou o Certificado de Transferência Internacional, documento necessário para o zagueiro pertencer ao Verdão de forma definitiva. Porém, a conclusão da transação ainda depende da assinatura do paraguaio. Continuam as negociações, com o camisa 15 cumprindo a programação da comissão técnica.

Rony, por outro lado, ainda é uma esperança. Há uma semana, a Fifa anunciou a suspensão do atacante por quatro meses devido ao imbróglio de sua saída do Albirex Niigata, do Japão, em 2017. Tanto o Palmeiras quanto os advogados do jogador entraram com recurso em CBF, Fifa e CAS (Corte Arbitral do Esporte), solicitando efeito suspensivo, para que o camisa 11 fique livre enquanto espera um novo julgamento. Mas ainda não houve resposta.

O Athletico-PR, também punido (não poderá inscrever novos jogadores nas duas próximas janelas de contratação) por ter contratado Rony em meio ao imbróglio, procurou o Albirex Niigata oferecendo pagar 1.129.499 dólares (equivalente a cerca de R$ 6 milhões) a multa e ter acordo só pagando essa quantia. Os japoneses concordaram, mas a Fifa ainda não se posicionou sobre a validade dessa combinação, que, também, liberaria Rony para jogar.

Em meio a tantas dúvidas e a possibilidade de perder atletas contaminados pelo coronavírus, o técnico Vanderlei Luxemburgo comandou mais um treino tático nesta segunda, na Academia de Futebol, sem a presença da imprensa, por segurança para minimizar o contágio. O clube anunciará apenas na quarta-feira quais jogadores serão desfalque, independentemente do motivo.

Por enquanto, são três ausências confirmadas oficialmente para o Dérbi: Gómez, o lateral-direito Marcos Rocha, que cumpre suspensão por ter sido expulso na última rodada antes da pausa do torneio devido à pandemia, e o atacante Dudu, emprestado ao Al Duhail, do Qatar. O clássico está marcado para 21h30 desta quarta-feira. O Palmeiras ostenta a segunda melhor campanha geral e do Grupo B do Paulista, com 19 pontos somados em dez rodadas, ficando atrás do Santo André somente no saldo de gols.

Últimas