Lance Gol Contra fatal: o curioso caso de Andrés Escobar que virou até série

Gol Contra fatal: o curioso caso de Andrés Escobar que virou até série

Zagueiro colombiano foi assassinado em 1994, após ter feito gol contra na Copa que ajudou a eliminar a seleção daquele mundial

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

Em 1994 a Colômbia chegou ao Mundial nos Estados Unidos como uma grande sensação. Além de um ótima Eliminatórias, com direito a vitória por 5 a 0 na Argentina, a equipe sul-americana vinha de uma oitavas de final da Copa do Mundo em 1990. Com uma geração de ouro, a expectativa da torcida colombiana estava no alto. Mas não foi bem o que se viu na América do Norte. E logo surgiu um vilão inesperado: Andrés Escobar.

El Caballero como era conhecido, por seu jeito elegante de jogar, Escobar era um zagueiro diferenciado e aclamado por muitos. Titular e campeão da Libertadores pelo Atlético Nacional, o canhoto defensor sonhava alto. Estava em vias de fechar com o Milan - um dos mais fortes times do futebol europeu - mas viu sua vida interrompida de forma trágica. Sua trajetória de vida se tornou até série no Netflix chamada Gol Contra.

O QUE ACONTECEU NO MUNDIAL

A Colômbia acabou decepcionando na Copa do Mundo. A equipe caiu no Grupo A ao lado de Romênia, dos anfitriões Estados Unidos e da Suíça. Em tese, os colombianos liderados por Asprilla, Rincón, Valderrama e o próprio Escobar, era o grande favorito, mas não foi isso que se mostrou. Na estreia, derrota por 3 a 1 para surpreendente Romênia do craque George Hagi. Porém, a chance de se recompor viria contra os donos da casa.

+ RELEMBRE: Os 25 anos da morte de Pablo Escobar

Ainda engatinhando no futebol, os Estados Unidos encaram a Colômbia após empate em casa com a Suíça. Um jogo que poderia ser o da reviravolta colombiana e da recuperação se tornou em tragédia. Ainda no primeiro tempo, Escobar tentou cortar um cruzamento e mandou contra o próprio gol, abrindo placar para os EUA. Assistiu também Stuart ampliar e mesmo o gol no fim de Valência não mudou a situação. Ali, Escobar se tornará o responsável pela eliminação.

Com a vitória da Suíça por 4 a 1 sobre a Romênia, a Colômbia só avançaria com uma combinação de resultados. Que não veio. Até venceu na última rodada, mas a Romênia venceu os Estados Unidos e a Colômbia foi a única eliminada do grupo.

O gol contra de Escobar, para os colombianos, acabou sendo o grande responsável pela derrota, uma vez que empata com os EUA e vence a Suíça, estaria classificada. Aquela forte geração colombiana ficaria na primeira fase.

A TRAGÉDIA

A grande tragédia envolvendo Escobar aconteceu no dia 2 de julho de 1994, dez dias após a eliminação da equipe, no dia em que se iniciou às oitavas de finais da competição, no dia em que a Suíça jogou e poderia ser até mesmo a Colômbia.

Na madrugada, o zagueiro estava em uma discoteca em Medellín quando foi agredido verbalmente por três homens e uma mulher que protestavam por seu gol contra. "El Caballero" reagiu com um pedido de respeito segundo consta nos inquéritos, mas Humberto Muñoz Castro disparou tiros na cabeça de Escobar, que morreu 45 minutos depois. Humberto era motorista e segurança de Pedro e Juan Santiago Gallón Henao, dois irmãos que lideravam o Cartel de Medellín.

Dizem que um dos motivos para a morte do jogador é que os irmãos narcotraficantes haviam perdido muito dinheiro com a eliminação da Colômbia. Fato este que nunca foi provado. Especula-se também que o próprio Humberto poderia ser esse apostador.

+ Você sabia que a taça da Copa do Mundo já foi roubada? Saiba mais

De qualquer forma, ainda existem hipóteses que apontam que a morte de Escobar foi encomendada por traficantes revoltados com a atuação da Colômbia no Mundial, uma vez que o futebol é paixão nacional no país, assim como no Brasil. Outra, que é refutada por pessoas próximas ao defensor, é que ele estava no lugar errado, na hora errada e encontrou quem não devia. Foi cobrado e respondeu. Acabou sendo executado.

A SÉRIE GOL CONTRA

Apesar de contar a história de jogadores como Escobar e Higuita, destaque do Atlético Nacional campeão da Copa Libertadores em 1989, a série do Netflix ‘Gol Contra’ é considerada baseada na história do defensor, mas ficcional.

A ideia é mostrar a ascensão e queda de Andrés Escobar, assim como dessa geração vitoriosa da Colômbia, que tinha tudo para fazer bonito no Mundial de 1994, mas ficou pelo caminho muito devido ao erro do ótimo defensor. Inclusive, segundo seu irmão, Santiago Escobar, foi a única vez que o jogador marcou contra o próprio patrimônio.

- Depois da partida, lembro de ele estar muito triste por este gol contra. Lembro de ele me falar que nunca tinha marcado contra na sua vida, e foi acontecer justo em um Mundial - detalhou o irmão de Andrés, Santiago Escobar, em entrevista ao L!, em 2019.

A ideia também da série, é mostrar como a violência dominava a Colômbia naquele períodom, afetando todos os setores, cinslusive o futebol com o assassinato do zagueiro com apenas 27 anos.

Últimas