Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Giuliano dá relato forte e emocionante sobre fome na infância

Jogador do Corinthians relembrou momento difícil no programa 'Bola da Vez', da ESPN

Lance|

Lance
Lance Lance

Giuliano, meia do Corinthians realizou um depoimento chocante e emocionante na participação no programa "Bola da Vez", da emissora ESPN. O ex-jogador da Seleção Brasileira comentou o início do sonho na busca para se tornar jogador profissional de futebol.

O camisa 20 do Timão, relembrou período difícil na infância antes de alcançar o sucesso na carreira. Ele vem de família muito humilde da região de Curitiba, no Paraná, e contou que durante a entrevista que chegou a passar fome quando era criança.

+ ANÁLISE: Com futebol envolvente, Corinthians de Lázaro entra embalado no mata-mata do Paulistão

- Venho de família muito humilde, eu cheguei a passar fome na vida. Eu tinha sete anos, estava com fome e chorando e minha mãe dizia: 'Bebe água e dorme'. Isso é um trauma muito forte sabe? É a vida te batendo e ensinando que as coisas não são fácies.

Publicidade

O jogador do Corinthians ainda falou sobre a necessidade de dar certo como jogador de futebol. Segundo ao relato do atleta, ele apenas tinha essa opção de vida para seguir e outras pessoas da família dependiam do sucesso dele no esporte.

+ Convocação de Robert Renan para a Seleção pode inflacionar compra de Yuri Alberto pelo Corinthians

Publicidade

- Pra mim não existia um plano B, não der certo como jogador eu faria outra coisa, não existia essa possibilidade. Eu tinha que dar certo, porque existia muita gente que dependia de mim. Como eu iria dar errado? Aí a vida vai batendo, e você vai ser ficando mais calejado, mais experiente e as coisas vão acontecendo - finalizou.

Mesmo na adversidade, Giuliano conseguiu alcançar o tão sonhado sonho de se profissionalizar no futebol. O meia início a carreira em 2007 no Paraná e chegou a passar por grandes clubes brasileiros como Internacional e Grêmio, antes de embarcar no Corinthians. Na Europa, ele atuou pelo Dnipro, da Ucrânia, Zenit, da Rússia, e Fenerbahçe, da Turquia.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.