Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Gestora do Mané Garrincha recorre por licitação do Maracanã

Consórcio RNGD, da Arena 360, entrou com recurso para seguir na disputa pelo estádio

Lance

Lance|Do R7

Disputa pela gestão do Maracanã tem se estendido (Foto: Staff Images/CBF)

A novela Maracanã ganhou mais um capítulo nesta sexta-feira (19). O Consórcio RNGD, da Arena 360, gestora do Mané Garrincha, entrou com recurso para seguir na disputa pelo estádio do Rio de Janeiro. O grupo alega que falta clareza ao edital elaborado pelo Governo do Estado e questiona perda de pontos no processo por conta das datas oferecidas.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

O Consórcio RNGD foi desclassificado por não alcançar o número mínimo de jogos previsto no edital da licitação. No entanto, a Arena 360 contesta a decisão, afirmando que as datas pertencem às Confederações, como a CBF, e não aos clubes. A empresa ressalta também que o instrumento convocatório não especifica como cada um dos concorrentes deve comprovar o número de jogos propostos e que irá cumprir o requisito de 70 partidas.

Publicidade

Confira, na íntegra, a nota oficial da Arena 360 sobre a licitação do Maracanã:

O consórcio RNGD, da Arena 360, entrou com recurso para seguir na disputa pelo Maracanã. O grupo alega que falta clareza ao edital elaborado pelo Governo do Estado e questiona de forma veemente a perda de pontos por conta das datas oferecidas.

Publicidade

Segundo a diretoria da Arena 360, as datas pertencem às Confederações, como a CBF, e não aos clubes, e ressalta que o instrumento convocatório não especifica como cada um dos concorrentes deve comprovar o número de jogos propostos. A Arena destacou em sua proposta o compromisso da realização de, no mínimo, 70 jogos.

A concorrente ressalta que o próprio edital cita a vocação do Estádio do Maracanã como o Templo Mundial do Futebol, e que a concessionária deve realizar esforços para realizar o maior número possível de jogos de futebol por ano. Além disso, afirma que, durante toda a análise das propostas, a Comissão de Licitação conduziu o trabalho sem manter contato com o consórcio, deixando de fazer diligências para esclarecimentos.

Publicidade

➡️ A boa do Lance! Betting: vamos dobrar seu primeiro depósito, até R$200! Basta abrir sua conta e tá na mão!

Além da Arena 360, consórcio Maracanã para Todos, formado por Vasco e WTorre, também recorreu. Apesar de ter sido habilitado à próxima fase da licitação, o concorrente alega que o processo beneficiou a dupla Flamengo e Fluminense, atual gestora do estádio e favorita para ganhar a disputa, já que a pontuação dos rivais foi muito superior às outras.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.