Galo explica negociação por Soteldo e sua postura atual no mercado

O diretor de futebol do clube, Rui Costa, comentou sobre a transação, que não aconteceu e cmo o Galo está trabalhando para reforçar a equipe

O diretor de futebol do clube, Rui Costa, comentou sobre a transação, que não aconteceu e cmo o Galo está trabalhando para reforçar a equipe

Lance

Lance

Lance

Com a renovação de contrato do meia Soteldo com o Santos, frustrando a diretoria do Atlético-MG em contar com o jogador, apesar de apresentar uma proposta de 12 milhões de dólares (R$ 51,72 milhões) , não fez os dirigentes alvinegros desistirem de ir atrás de outros reforços de bom nível.

-Uma equipe de futebol está sempre aberta a entradas e saídas, porque é assim que funciona o futebol. Nós entendíamos que era importante ter jogadores de um outro patamar, em tudo que envolve o futebol: em termos de mobilização de torcedor, de bilheteria, de marca- disse, em entrevista à Band.
Rui Costa explicou como se deu a negociação na tentativa de contratar Soteldo, tirando-o do Santos.

-O Atlético agiu dentro daquilo que é absolutamente legal. Ou seja, o Atlético... Eu enviei uma proposta ao meu colega do Santos. Nunca, nunca, tive qualquer tipo de conversa com o Soteldo. Nós simplesmente encaminhamos uma proposta formal ao Santos, aguardando sempre uma resposta- disse.

A diretoria do Peixe não se manifestou sobre a investida do Galo e ainda rompeu com os mineiros, acusando o alvinegro de Minas de tentar aliciar o meia venezuelano.

-Reenviamos a proposta. Em algum outro momento, a gente pode até explicar o contexto dessa proposta, mas ela foi feita com muita responsabilidade. E o atleta, como se sabe pela imprensa, preferiu ficar no Santos. É direito dele. Fez um novo contrato, e a proposta não foi aceita, como é normal. Nós já imaginávamos, não é fácil tirar o Soteldo do Santos- completou.

O diretor alvinegro reforçou que a postura agressiva do Atlético nesta janela de transferências mostra a força do clube neste momento.
-O que eu penso que é fundamental que o torcedor perceba que o Atlético mostra sua grandeza, sua força na busca de um atleta que é indiscutível, mas que também não poderia se dar uma garantia de que teria sucesso aqui. As chances de ter êxito são muito maiores. Na medida em que a proposta não foi aceita, é vida que segue.

Até o momento, o Atlético-MG fechou com sete reforços: o lateral-direito Mailton, o lateral-esquerdo Guilherme Arana, o volante Allan, os meia-atacantes Dylan Borrero, Hyoran e Jeferson Savarino, além do atacante Diego Tardelli.