Lance Galo contesta R$ 20 milhões pedidos por Maicon Bolt na Justiça

Galo contesta R$ 20 milhões pedidos por Maicon Bolt na Justiça

O vice-presidente do clube, Lasaro Cândido, afirmou ser absurdo o valor e que está negociando com o advogado do jogador um acordo

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

O atacante Maicon Bolt e o Atlético-MG estão em disputa judicial, com o jogador pedindo na Justiça do Trabalho R$ 20 milhões para compensar a rescisão de contrato com o clube, que iria até o fim de 2021. Bolt alega que tem direito a ser ressarcido pela ruptura unilateral.

A diretoria alvinegra reagiu e afirma ser um completo absurdo o pedido do ex-atacante, que teve uma passagem apagada no Atlético, desde a sua contratação, em 2019.

Na ação, Maicon Bolt cobrou do alvinegro o direito de receber o salário de janeiro, direitos de imagem entre novembro de 2019 e janeiro deste ano, FGTS, 13º salário proporcional, premiações, luvas, rescisão, multas e indenização,o que, na sua conta totalizam os R$ 20 milhões.


-É bom esclarecer o caso dele(Maicon Bolt). O advogado dele precisa aprender a fazer conta. Veja bem, ele teria direito de renovar para 2021 se fizesse 60% dos jogos considerando os dois anos. Se ele jogasse todos os jogos como titular, em todo o tempo, no período restante, não faria 60%. Ele contou com uma hipótese que é impossível. Isso já virou objeto de contestação, e o processo tramita em segredo de Justiça. Em relação a esse ponto, que ele pede que o contrato seja entendido também no ano de 2021, é uma brincadeira. Bastava ele ler, que ele ia descobrir que se você somar todos os jogos restantes do Atlético na temporada, ele jogando em todos, não daria 60%- explicou o vice-presidente do Galo, Lásaro Cândido, em entrevista à Rádio Super, 91.7FM.

A conta de Lásaro para contestar o pedido de Maicon Bolt se baseia no número de partidas em que o atacante atuou pelo. Foram 28 jogos em 77 possíveis, o que dá 57,8% de atuações, menos do que o jogador alega para cobrar do clube a indenização na Justiça.

Lásaro Cândido disse que não entende alguns pedidos de Bolt e que o representante do jogador está em contato com o clube para tentar um acordo.

-O Atlético tem acerto com ele, contrato até o fim do ano, discussão de imagem também, mas são outras situações. Uma coisa é pedir dentro do que é razoável, dentro do que é correto. Aliás, o advogado dele ligou, mandou mensagem para nós dizendo ‘e aí, vamos tentar um acordo?- concluiu.

Maicon Bolt, revelado pelo Fluminense, foi contratado pelo Atlético em janeiro de 2019. Ele estava livre, com passagens pelo Lokomotiv-RUS e Antalyaspor-TUR. Em 28 jogos, marcou dois gols e deu cinco assistências, mas sem desempenhos regulares, ficou de fora dos planos dos treinadores que chegavam ao clube, incluíndo Jorge Sampaoli, em 2020. Ele recebia cerca de 100 mil euros(R$ 476 mil) e não correspondeu a expectativa criada sobre seu futebol.

Últimas