Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Gabriel Menino comenta amadurecimento no Palmeiras e destaca relação com Zé Rafael: 'É um pai para mim'

Meia valorizou união do elenco alviverde e parceira com companheiro de meio-campo

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Gabriel Menino projetou clássico diante do Santos, que acontece neste sábado (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Palmeiras treinou na tarde desta sexta-feira (19), na Academia de Futebol, e encerrou a preparação para o clássico contra o Santos, que acontece neste sábado (20), às 21h, na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O meia Gabriel Menino falou sobre a sua longa sequência como titular, ressaltando seu amadurecimento no Verdão. Ainda, o camisa 25 destacou sua parceria dentro e fora de campo com o companheiro Zé Rafael.

+ Santos x Palmeiras: onde assistir, escalações e desfalques do jogo da 7ª rodada do Brasileirão

- Eu sou eu mesmo desde que entrei aqui. Um pouquinho de diversão, de brincadeiras nos treinos e no pré-jogo é muito bom, serve para tirar a ansiedade e a tensão antes dos momentos sérios. Me vejo muito focado, tenho metas para bater neste ano. Estou mais experiente, é o meu terceiro ano de profissional, então acho que amadureci bastante e isso está me ajudando muito, estou entendendo mais a forma do jogo e a forma de jogar - disse Gabriel Menino.

- Sempre gostei do Zé, quando ele chegou aqui eu falei: ‘Você jogava muito no Bahia, hein?’. E a amizade só foi crescendo. Ele é mais velho, então é um pai para mim e eu tenho que ouvi-lo mesmo. Isso está me ajudando muito. Eu agradeço muito a ele por isso, a gente discute bastante, mas é para o meu bem e está me ajudando e à equipe toda.

Publicidade

O meia também valorizou a união da equipe comandada pelo técnico Abel Ferreira, que deixa os jogadores do Verdão 'muito confiantes, seguros e mais alegres', e projetou o duelo contra o Peixe na Vila Belmiro, afirmando que 'clássico é clássico'.

- Essa união do elenco é um dos pontos fortes da nossa equipe. Passamos mais tempo juntos aqui do que com a nossa própria família e aqui é a nossa família também. Cada um abraça o outro, quando um erra ninguém julga, todo mundo quer ajudar e corrigir. Isso nos deixa muito confiantes, seguros e, claro, mais alegres para estarmos aqui. A gente quer estar aqui e não fugir.

- Clássico é clássico e não importa o momento de cada equipe. Quando estamos dentro da Vila Belmiro, que é um estádio difícil de jogar, tudo se iguala. Estamos com alguns jogos de invencibilidade contra eles, mas isso não irá entrar em campo e não fará parte do jogo. Estamos nos preparando muito bem, mostramos isso contra o Fortaleza na quarta e nosso objetivo é continuar no alto da tabela - concluiu.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.