Futebol Zagueiro ex-Atlético-GO projeta temporada no Oita Trinita, do Japão

Zagueiro ex-Atlético-GO projeta temporada no Oita Trinita, do Japão

Pereira chegou ao clube em 2021, marcou seis gols neste ano e foi um dos destaques da equipe que brigou pelo acesso à J-League

Lance
Lance

Lance

Lance

O ano de 2022 ficará marcado na carreira do zagueiro Pereira, do Oita Trinita. Contratado no ano passado junto ao Atlético Goianiense, o brasileiro brilhou nesta temporada não só na defesa, como também no setor ofensivo. Foram seis gols marcados em 37 jogos, sua melhor marca na carreira e um dos melhores desempenhos de jogadores defensivos na J-League 2.


O Trinita também fez uma boa temporada, apesar de não ter conseguido o acesso à elite japonesa. A equipe terminou a primeira fase na quinta colocação, garantindo vaga aos playoffs, porém não conseguiu avançar à fase final. Mesmo assim, Pereira faz uma avaliação positiva da temporada, tanto individual, como do clube. Ele ainda falou sobre o próximo ano.

- É o meu segundo ano aqui no Japão, então pude ter uma evolução em relação à primeira temporada, principalmente pela adaptação, estilo de vida, de jogo, tudo é muito diferente. Então acho que consegui fazer um bom trabalho, estando em campo por muitos jogos, e, também, contribuindo com gols. Nossa equipe fez um grande campeonato, brigamos até o final pelas primeiras colocações e conseguimos chegar aos playoffs. Infelizmente, fomos eliminados mesmo sem perder o jogo, por conta do regulamento. Mas acho que vamos conseguir tirar coisas positivas disso para que o próximo ano seja melhor e para que a gente possa levar o clube de volta à elite japonesa - afirmou.

+ Listamos 5 pontos para a Seleção Brasileira tomar cuidado com a Sérvia

Atuando no Japão, ele tambpém comentou sobre a expectativa para a seleção japonesa nesta Copa do Mundo.

- O povo japonês é muito apaixonado por futebol, algo que nós, brasileiros, tivemos influência, inclusive. É muito legal ver como eles torcem e gostam do esporte, da seleção do país. O Japão caiu num grupo muito difícil, com duas gigantes, como Alemanha e Espanha. Mas acredito muito que a organização e a vontade que todos estão possam fazer alguma diferença. Espero que a seleção japonesa faça uma grande competição.

Últimas