Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Zagueiro brasileiro relata racismo e é expulso em Malta

Luis Gabriel, zagueiro do Oratory Youths, afirma ter sido chamado de 'macaco' e foi expulso de campo pela arbitragem

Futebol|Do R7


Lance
Jogador brasileiro é vítima de racismo em Malta (Foto: Reprodução)

O zagueiro Luis Gabriel, que defende o Oratory Youths, de Malta, afirmou ter sido vítima de racismo durante uma partida válida pelo campeonato local contra o Ghajnsielem. O brasileiro, também conhecido como Negueba, relatou ao árbitro do jogo que foi chamado de "macaco" por um atleta do time adversário, e recebeu cartão amarelo por conta da ação. Minutos depois, Luis Gabriel cometeu uma falta e foi expulso de campo.

- Foi recorrente na partida. Numa jogada de ataque do nosso time, fui driblar o adversário e sofri uma falta. Eu fiquei no chão e vieram dois jogadores do time deles, e um já me chamou de macaco no ouvido, em português mesmo, não foi nem em inglês ou maltês, ele já sabia o que falar. O segundo jogador não entendi o que falou, mas o outro foi bem nítido. Na minha cara - declarou Luis Gabriel ao "ge".

+ Cavani se desentende com joia do Boca Juniors em jogo contra o Talleres; confira

- O árbitro nem quis saber, eu sinalizei, mostrei pra ele, contei da palavra que me falaram, mas nada foi feito e eu acabei tomando o cartão. Aconteceu o racismo, passaram três minutos, eu reclamei de novo, logo em seguida eles atacaram, eu fiz uma falta e ele (árbitro) me expulsou. Aconteceu o racismo, passaram três minutos, eu reclamei de novo, logo em seguida eles atacaram, eu fiz uma falta e ele (árbitro) me expulsou. Meio que, tipo, vou acabar com esse problema no jogo - disse.

Publicidade

O caso teve uma repercussão negativa no país. O Oratory, clube de Luis Gabriel, se solidarizou com o jogador brasileiro em comunicado oficial e pediu que as autoridades de Malta tomem as medidas necessárias para que os eventos não se repitam.

- Nós estamos profundamente tristes em reportar um incidente que aconteceu no jogo de ontem contra o Ghajnsielem FC. Nosso jogador , Luis Gabriel, foi vítima de injúria racial por um atleta adversário. Foi uma provocação injusta que engatilhou uma forte reação de Luis, que resultou em um cartão amarelo que levou sua expulsão cinco minutos depois, enquanto nenhuma providência foi tomada em relação ao agressor que insultou nosso jogador. É desconcertante que uma vítima de racismo receba punição disciplinar do árbitro - publicou o Oratory, em nota.

Publicidade

+ Garanta a sua vaga no curso que formou craques como Pet, Dante e Léo Moura! Cupom: LANCE1000

- A Federação de Malta me mandou uma mensagem, dizendo que queriam falar comigo, mas ainda não conversamos. O clube me deu todo o suporte, emitiram nota. Começaram uma campanha essa semana já e vão continuar. A federação não está a favor, disseram que vão falar comigo e tomar as providências necessárias - afirmou Luis Gabriel.

Nascido em Franca, no interior de São Paulo, Luis Gabriel tem 23 anos e iniciou sua carreira na Francana, passando também por Mogi Mirim, Contagem-MG, Ivinhema-MS, Luverdense e Independente-SP. O brasileiro se transferiu para o futebol maltês na atual temporada, para defender o Oratory Youths.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.