Futebol Yago Felipe celebra virada do Fluminense e desabafa: 'Sempre buscamos fazer o nosso melhor'

Yago Felipe celebra virada do Fluminense e desabafa: 'Sempre buscamos fazer o nosso melhor'

Yago Felipe marcou os dois gols do Fluminense sobre o Palmeiras e garantiu a vitória em casa; Volante comentou desgaste físico pelo calendário apertado

Lance
Lance

Lance

Lance

Neste domingo, o Fluminense venceu o Palmeiras por 2 a 1, no Maracanã, em jogo válido pela 32ª rodada do Brasileiro. A equipe visitante abriu o placar no primeiro tempo, mas Yago Felipe marcou dois gols e garantiu a vitória Tricolor na segunda etapa. Após a partida, o volante celebrou o resultado, que aproxima o clube da zona de classificação da Libertadores, e destacou o papel da torcida para impulsionar o time.

- Foi uma noite muito especial, não só pelos gols mas pela vitória importante. Hoje a gente aplaudiu a torcida porque sabe do apoio e a diferença que eles fazem para nós. Estamos vindo de praticamente duas temporadas seguidas, porque a do ano passado acabou nesse ano, então tem sido desgastante - disse.

No segundo ano com mais jogos de sua história, o Fluminense viveu uma maratona em 2021. Yago aproveitou para comentar o desgaste físico pela quantidade de duelos, e o desafio de conciliar a recém-paternidade com o calendário apertado.

- Só nesse ano, o Fluminense entrou em campo 75 vezes. Dessas, eu estive em 67. Claro que sempre queremos fazer o melhor, independente do dia que a gente passe em casa, com dificuldade... A minha esposa teve filho faz dois meses, a gente passou a noite na maternidade e no dia seguinte eu estava aqui, [no jogo] contra o Bahia.

> Confira a classificação da Série A do Brasileiro

O camisa 20 ainda falou sobre as críticas da torcida nas últimas derrotas em casa, afirmou compartilhar da frustração dos tricolores nos momentos de derrota, e projetou o próximo desafio do Brasileiro.

- Ao mesmo tempo que é um orgulho estar aqui, ajudando meus companheiros, nem sempre a gente faz o que a torcida e nós mesmos esperamos e cobramos. Às vezes a gente tem dificuldades, sim, mas sempre buscamos fazer o nosso melhor. Claro que a gente entende a torcida, ela é o maior patrimônio do clube. A gente depende muito deles. Que a gente possa continuar firme porque temos potencial e, se Deus quiser, vamos conseguir o nosso objetivo. O que irrita mais a torcida, e nós também, é depois de um grande jogo como esse a gente estar tropeçando e falhando. Mais importante ainda é o próximo. Fizemos uma grande partida, mas já estamos pensando na outra, e que temos que fazer mais e melhor.

Últimas