Futebol Wenger admite tristeza quando Gnabry decidiu sair do Arsenal

Wenger admite tristeza quando Gnabry decidiu sair do Arsenal

Ex-técnico francês disse que sabia do potencial de um dos pilares do atual elenco do Bayern de Munique e responsável pela vitória da equipe alemã sobre o Lyon na Liga dos Campeões

Lance
Lance

Lance

Lance

O ex-técnico do Arsenal, Arsene Wenger, disse que sempre soube do potencial do atacante Serge Gnabry. O francês foi responsável por levar o alemão muito jovem para a Inglaterra e se mostrou frustrado com a saída do atual jogador do Bayern de Munique, em conversa na “beIN Sports”. O camisa 22 tem sido decisivo na campanha bávara na Liga dos Campeões.

- Eu o comprei com 15 anos do Stuttgart e ele teve várias lesões. Nós tínhamos um acordo com ele. Nós o emprestamos para o West Brom e ele não jogou uma partida. Voltou e estava machucado. Nós trabalhamos duro com ele por seis meses, então ele foi para a seleção alemã sub-21 e o Bayern fez um acordo com o Werder Bremen. Ele não quis prorrogar seu contrato com o Arsenal e eu fiquei muito triste.

Gnabry irá jogar a final da Liga dos Campeões e é titular na atual equipe do Bayern de Munique. O atleta foi contratado em 2017, foi emprestado um ano ao Hoffenheim e voltou em 2018 para ganhar espaço e brilhar nos gramados da Bundesliga. O jogador chegou ao Arsenal em 2011 e, após ter tido poucas oportunidades, saiu em 2016.

Últimas