Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Vexame do São Paulo contra o Palmeiras liga alerta com números e marcas negativas

Tricolor foi derrotado por 5 a 0 no Allianz Parque

Futebol|Do R7


Lance
São Paulo ainda não venceu fora de casa no Brasileiro (Foto: Vinicius Nunes/Agencia F8/Gazeta Press)

Não somente o 5 a 0 da derrota sofrida no Allianz Parque marcou a noite do São Paulo contra o Palmeiras. A goleada carregou marcas negativas que não aconteciam com o clube há anos. E, além disso, mais duas consequências: uma possível nova lesão e o desafio de tentar não encerrar um dos anos mais importantes da história do clube sem nenhuma vitória fora de casa no Campeonato Brasileiro.

Quanto a estas marcas citadas, tudo diz respeito a estatísticas que chegam a assustar. Esta é somente a segunda vez na história que o São Paulo perdeu para o Palmeiras por 5 a 0. A primeira em 58 anos. Este levantamento foi feito pelo historiador são-paulino Alexandre Giesbrecht.

A última vez que algo assim aconteceu foi em 1965, que é um dos maiores placares de Choques-Rei na história. Naquele jogo, válido pelo torneio Rio-São Paulo, a partida também terminou em uma derrota assim.

Mas não para por aí. De acordo com o 'SPFC Estatísticas', o São Paulo não perdia um jogo com mais cinco gols de diferença desde 2015. Na época, foi derrotado pelo Corinthians por 6 a 1, em novembro daquele ano pelo Campeonato Brasileiro. Ou seja, oito anos sem um vexame assim.

Publicidade

Os números também assustam ao olhar em um parâmetro geral. Embora campeão de forma inédita pela Copa do Brasil, o ano do São Paulo vive uma dualidade gritante nas competições que disputa. Se na Copa do Brasil sorriu, no Brasileiro corre contra o tempo para não encerrar o ano com um recorde negativo. Em jogos fora de casa, o Tricolor ainda não venceu nenhuma partida pela competição.

Com este número, iguala sua maior sequência de jogos sem vitórias fora de casa pela competição. A outra assim aconteceu entre 1978 e 1981 - lembrando que o Tricolor não jogou a edição de 1979. Os dados também foram erguidos pelo historiador Alexandre Giesbrecht. Em pontos corridos, desde 2003, está já é a pior sequência como visitante.

Publicidade

O resultado vai além dos números. Se esta necessidade de correr atrás de garantir os 45 pontos na tabela do Brasileiro - com 38 conquistados -, o Tricolor sai com a derrota e mais uma possível dor de cabeça. Lucas Moura.

 Além da goleada, Lucas Moura deixou o gramado com dores ainda no primeiro tempo. O jogador sentiu o posterior da coxa e saiu mancando, dando espaço para Wellington Rato. O atleta ainda deve passar por avaliação médica, mas em uma postagem realizada pela mulher do jogador, o atleta contou que estava 'doendo bastante'. Se torna mais uma preocupação.

Neste final de semana, o São Paulo pode recuperar o gás e mostrar que funciona 'além do home office'. O São Paulo vai até Curitiba enfrentar o Athletico-PR no domingo (29), às 16 horas (hora de Brasília).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.