Futebol VAR age, mas São Paulo vira sobre o Goiás no Morumbi, sobe ao G4 do Brasileirão e continua invicto em nova era Dorival

VAR age, mas São Paulo vira sobre o Goiás no Morumbi, sobe ao G4 do Brasileirão e continua invicto em nova era Dorival

Gol anulado não desanimou Tricolor, que continuou em cima de rival e conseguiu tento da vitória já nos acréscimos

Lance
Lance

Lance

Lance

A boa fase do São Paulo parece não ter data para terminar. Após um primeiro tempo em que sofreu gol e jogou mal, o Tricolor contou com o apoio da torcida para superar o Goiás, um gol anulado pelo VAR e vencer de virada por 2 a 1, já nos acréscimos, no Morumbi, resultado que deixa a equipe no G4 do Campeonato Brasileiro.

O Tricolor agora é o terceiro colocado na tabela, com 15 pontos. Dorme na zona de classificação à Copa Libertadores, mas evidentemente que pode ser ultrapassado com os resultados do restante da rodada neste final de semana. O Goiás é o 16º, com sete pontos.

+ ATUAÇÕES: Caio Paulista tem grande atuação, e David faz o gol salvador da virada do São Paulo

Muito além dos efeitos de classificação, o importante resultado no Morumbi mantém a impressionante sequência de Dorival Júnior desde o seu retorno ao clube do Morumbi. Já são 12 partidas seguidas sem conhecer uma derrota agora, marca nunca alcançada por outro treinador são-paulino neste século.

TRICOLOR MIL GRAU

Com a força máxima à disposição em campo, o São Paulo começou muito superior em campo. O Goiás até tentou reforçar seu meio-campo com cinco homens. Mas a marcação ficou confusa e Gabriel Neves apareceu como a principal opção ofensiva. Aos 2', o uruguaio achou bom passe para Luciano, que, livre de marcação, avançou e chutou de fora da área, mandando por cima do gol de Tadeu. Cinco minutos depois, quem ficou sem marcação foi Caio. O lateral avançou como quis, invadiu a área pelo seu lado esquerdo e bateu cruzado, para Tadeu fazer boa defesa e salvar o Esmeraldino.

SERTANEJO RAIZ

Aos poucos, a tática de Émerson Ávila começou a render frutos. A marcação se acertou e o que parecia ser um dia de sufocos, se tornou um cenário favorável. Principalmente nos buracos deixados pela marcação tricolor nos contra-ataques. Aos 16', Maguinho chegou bem pela direita e cruzou na medida para Matheus Peixoto, que cabeceou rente à trave e assustou.

Aos 28', não teve jeito para o São Paulo. Em ótima jogada pelo lado esquerdo, Matheus Peixoto recebeu de costas para a marcação, fez o pivô e achou Dieguinho, que girou e cruzou na medida para Maguinho, completamente livre, subir, testar sem chaces para Rafael e abrir o placar no Morumbi.Pablo Maia deixou mais uma vez sua marca em chute de longe (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc)

SÃO RAFAEL

A inoperância tática são-paulina continuava. Calleri até chegou a receber bom passe enfiado, mas a arbitragem marcou o impedimento. Mas os espaços aos visitantes rendiam chances ainda mais perigosas. Sorte do Tricolor que Rafael vive excelente fase. Aos 36', Palácios cobrou escanteio na medida e Bruno Melo subiu mais que toda a defesa dos mandantes para cabecear e ver o camisa 23 são-paulino fazer o milagre e evitar o segundo.

TENTATIVA E ERRO

O primeiro tempo terminou com um São Paulo insistindo nas mesmas armas ofensivas. Aos 37', Caio arriscou de longe de novo. De novo sem maiores problemas. Aos 44', o último bom momento: Alisson cobrou escanteio e a defesa esmeraldina afastou. Na sequência, a bola sobrou para Luciano, que tentou o voleio de primeira e exigiu boa defesa de Tadeu.

+ Todos os jogos do Brasileirão você encontra no Prime Video. Assine já e acompanhe o seu time do coração!
+ Clique aqui e veja como apostar no Brasileirão
+ Confira os jogos e classificação resultados do Brasileirão-23 na tabela do LANCE!

COMO EU TE AMO TRICOLOR

O segundo tempo começou com um clima deferente. Com muito gana e incisivo, o Tricolor passou a tricar passes de maneira mais objetiva, buscando de forma melhor organizada o ataque. Não demoraria até as coisas acontecessem…

Aos 5', Alisson recebeu boa bola na ponta direita e cruzou de forma medida para Calleri, que disputou pelo alto e cabeceou pelo alto. Era um prenúncio. Aos 11', após intensa troca de passes no ataque, a bola sobrou pata Pablo Maia, que mesmo de muito longe experimentou o chute, viu a zaga do Goiás desviar e matar o goleiro Tadeu, empatando o jogo no Morumbi.

JOGÃO NO MORUMBI

Dorival fechou as laterais, acabou com os espaços do adversário e viu seu time imprimir um ritmo alucinante. Aos 18', quase a virada. Caio arrancou pela esquerda, limpou a marcação, penetrou e rolou para trás visando Luciano, que chegou batendo e acertou o pé da trave direita de Tadeu.

Desta vez, contudo, a resposta esmeraldina foi rápida: dois minutos depois, Beraldo perdeu a bola na saída de jogo e Matheus Peixoto recuperou para chutar forte de longe, ver a bola quicar no gramado e quase enganar Rafael, que fez outra boa defesa na noite.

NOITE ALUCINANTE

A reta final do jogo foi de fortes emoções. A começar aos 37', quando Marcos Paulo foi às redes, fez seu protesto contra o racismo, mas o lance acabou anulado pelo VAR, que flagrou o jogador em posição de impedimento.

Para quem esperava um abatimento por parte do Tricolor, o fato deu efeito reverso. Os mandantes se lançaram ao ataque, acumularam boas chances perigosas perdidas. Até que aos 45', um escanteio foi cobrado para dentro da área. Diego Gonçalves não conseguiu afastar de cabeça, e a bola sobra para David. Frente a frente com Tadeu, ele soltou a bomba e faz a festa da torcida tricolor, selando a virada em mais uma noite de alegria para os tricolores nesta nova era Dorival.

PRÓXIMOS JOGOS

O São Paulo volta a campo às 19h30 (de Brasília) da próxima quinta-feira (1/6) para o duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil contra o Sport, no Morumbi. Pelo Brasileirão, o próximo compromisso é às 16h (de Brasília) do domingo (4/6) contra o Grêmio, em Porto Alegre (RS). No mesmo dia, mas às 18h30 (de Brasília), o Goiás recebe o Cuiabá, em casa, pela principal competição nacional.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 x 1 GOIÁS
CAMPEONATO BRASILEIRO - OITAVA RODADA

Data e horário: 27/5/2023 (sábado), 21h (de Brasília)
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Rafael Rodrigo Klein (RS)
Auxiliares: Nailton Júnior de Sousa Oliveira (Fifa-CE) e Maurício Coelho Silva Penna (RS)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (Fifa-RJ)
Público e renda: 45.429 presentes/ R$ 2.214.024
Cartões amarelos: Wellington Rato e Alan Franco (São Paulo); Dieguinho, Fellipe Bastos, Bruno Santos e Lucas Halter (Goiás)
Cartão vermelho: -
GOLS: Maguinho aos 28min do 1ºT (0-1), Pablo Maia aos 11min do 2ºT (1-1) e David aos 45min do 2ºT (2-1)

SÃO PAULO: Rafael; Rafinha, Alan Franco, Beraldo e Caio; Pablo Maia, Gabriel Neves (Michel Araujo, 29/2) e Marcos Paulo (Rodriguinho, 39/2); Alisson (David, 39/2), Luciano (Wellington Rato, 29/2) e Calleri
Técnico: Dorival Júnior

GOIÁS: Tadeu; Bruno Santos, Lucas Halter, Bruno Melo e Sander (Hugo, 22/2); Willian Oliveira, Dieguinho (Fellipe Bastos, 9/2), Maguinho, Palácios (Apodi, 22/2)e Alesson (Diego Gonçalves, 22/2); Matheus Peixoto (Gabriel Novaes, 40/2)
Técnico: Émerson Ávila

Últimas