Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Vão ficar? Fluminense pode perder jogadores importantes ao final de 2023

Tricolor tem sete contratos expirando no fim da temporada

Futebol|Do R7

Lance
Lance Lance

O Fluminensecorre risco de perder sete jogadores ao final da atual temporada, incluindo os titulares Fábio e Felipe Melo. O motivo é o término dos contratos em dezembro de 2023. Outros nomes cujo vínculo encerra no final do ano são Caio Vinícius, Giovanni, Lelê (empréstimo) e Jorge (empréstimo).

+ O que explica jejum do Fluminense fora de casa? Listamos cinco razões

Contudo, no caso de Fábio, já há conversas para renovação. No fim de julho, o clube fez proposta oficial ao goleiro, que, por sua vez, ainda não deu uma resposta; o Cruzeiro monitora a situação. Em entrevista ao "ge", o veterano comentou a oferta e disse que decisão virá logo.

- Só gratidão a Deus por me proporcionar essa oportunidade de estar aqui no Fluminense. E eu estou vivendo intensamente cada minuto, cada oportunidade, isso que tento passar para os meus companheiros, que passa muito rápido a carreira. Já estou jogando há um tempo, mas parece que foi ontem. Sempre tenho saudade. Deus está me proporcionando estar jogando competições importantes, então é valorizar e no momento certo tudo vai ser decidido como sempre foi na minha vida, na minha carreira - disse o camisa 1.

Publicidade

+ Quartas de final da Libertadores: tabela, chaveamento, datas, horários e onde assistir aos jogos

Felipe Melo também falou recentemente sobre uma possível renovação. Em participação no programa Flow Sport Club, no final de maio, o defensor afirmou não sabe qual será seu futuro e cogita até aposentadoria.

Publicidade

- Não sei se vou renovar, vamos ver em Julho. Como vai ser minha carreira, se eu vou parar em dezembro ou não. Estou aproveitando e desfrutando ao máximo, e graças a Deus estou no Fluminense com o Diniz, que aí eu desfruto mais ainda - disse o jogador de 39 anos.

*MAURÍCIO LUZ colaborou sob a supervisão de Caio Pereira

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.