Futebol Van Dijk lamenta derrota no clássico e assume responsabilidade em erro com Alisson: 'Dói para mim'

Van Dijk lamenta derrota no clássico e assume responsabilidade em erro com Alisson: 'Dói para mim'

Zagueiro holandês participou diretamente de dois dos três gols sofridos pelo Liverpool

Lance
Lance

Lance

Lance

Em um final de semana marcado por clássico no futebol, Arsenal e Liverpool duelaram em partida válida pela Premier League e os Gunners levaram a melhor. A atuação negativa ficou marcada por Van Dijk, zagueiro dos Reds, que participou de dois dos três gols sofridos.

- Um dia difícil. Assumo total responsabilidade por isso. Eu deveria ter tomado uma decisão melhor, dói para mim. O gol da virada é da minha responsabilidade, devo tentar esclarecê-lo. Obviamente essas coisas não acontecem com muita frequência na minha carreira, mas vou me recuperar disso - lamentou, em entrevista à Sky Sports.

+ Alisson falha duas vezes, Martinelli decide, Arsenal vence Liverpool e se aproxima da liderança na Premier League

No segundo tempo, quando o placar estava empatado em 1 a 1, Van Dijk e o brasileiro Alisson se atrapalharam na entrada da área e a bola sobrou para Gabriel Martinelli ampliar o placar. No final da partida, aos 46 minutos, Van Dijk desviou a finalização de Trossard, atrapalhando a defesa do camisa 1.

- É um jogo físico e não procuro desculpas. Ao mais alto nível é uma decisão dividida. Alisson me tocou um pouco e não conseguiu limpar, mas assumo total responsabilidade por isso e tentarei garantir que isso não aconteça novamente - disse o zagueiro.

+ De volta! Após quase um ano fora, Thiago Alcântara retorna aos gramados pelo Liverpool

- Dói perder. Dói ver os torcedores caindo e todo o clube, não é bom estar envolvido em erros, mas vou trabalhar duro e estar de volta - finalizou. 

Com a derrota, o Liverpool segue com 51 pontos e desperdiça a chance de ampliar a vantagem na liderança da Premier League, com os Gunners na cola, com 49. Na próxima rodada, o time de Anfield vai encarar o Burnley, no sábado (10), às 12h (de Brasília).

Últimas