Uefa pune Bulgária com jogo sem torcida por manifestações racistas

Entidade também multou federação do país em 75 mil euros (cerca de R$ 332 mil). Episódios racistas foram no último dia 14, em amistoso contra Inglaterra

Torcedores da Bulgária imitaram macacos e fizeram saudações nazistas

Torcedores da Bulgária imitaram macacos e fizeram saudações nazistas

AFP

A Uefa puniu a seleção da Bulgária com um jogo de portões fechados devido às manifestações racistas dos torcedores do país no amistoso contra a Inglaterra, no último dia 14. A decisão foi anunciada nesta terça-feira pela entidade, que também multou a federação búlgara em 75 mil euros (cerca de R$ 332 mil).

Naquela partida, vencida pelos ingleses por 6 a 0 no Estádio Vasil Levski, em Sofia, os torcedores da Bulgária imitaram macacos e fizeram saudações nazistas. O árbitro Ivan Bebek chegou a interromper o jogo por duas vezes, mas os atos continuaram. No próximo dia 17, a Bulgária enfrenta a República Tcheca sem torcida.

Além de atuar sem seus torcedores, a seleção búlgara terá de entrar em campo com uma faixa que diz 'Not to racism' (Não ao racismo, em inglês). A Uefa também afirmou que a Bulgária ficará sob observação durante dois anos e, em caso de novo episódio racista, a entidade irá tomar novas medidas para combater o preconceito.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Fla 'sobrando' e Santos no Z-4! Veja o ranking de público do Brasileirão