Futebol Torcedor do Boca detido por gesto racista é solto após pagar fiança

Torcedor do Boca detido por gesto racista é solto após pagar fiança

Leonardo Ponzo foi flagrado imitando um macaco para torcida do Corinthians em jogo na Neo Química, pela Libertadores

Lance
Torcedor do Boca que fez gesto racista paga fiança e é liberado

Torcedor do Boca que fez gesto racista paga fiança e é liberado

Lance

O torcedor do Boca Leonardo Ponzo, flagrado fazendo gestos racistas na Neo Química Arena, pagou fiança e foi liberado nesta manhã após ser detido pela Polícia Militar de São Paulo. O fato ocorreu durante o jogo entre Corinthians e Boca Juniors, na noite desta terça-feira (26), pela Copa Libertadores.

A informação foi confirmada pela reportagem. Quem forneceu o dado inicial foi César Saad, delegado da Drade (Delegacia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva).

O torcedor argentino foi enquadrado no crime de injúria racial, que é passível de pagamento de fiança para liberação. A pena do caso é de um a três anos de detenção, e Leonardo Ponzo pagou R$ 3.000 para ser solto. Ainda não há confirmação de que ele deixou o Brasil.

O Timão se manifestou sobre o ocorrido em suas redes sociais. "O Corinthians repudia todo e qualquer ato de racismo e discriminação e agradece à Polícia Militar pela eficiência no apoio prestado. Esse fato só reforça a importância de nossa luta por um futebol sem ódio"', escreveu o clube em nota.

Mansão alugada por estrela do boxe tem piscina com cinema e diária de R$ 6,2 mil

Últimas