Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Titular de Sampaoli, Wesley supera críticas, mostra evolução e lidera números defensivos no Flamengo

Lateral, de 20 anos, dá a volta por cima após oscilar e é o jogador com mais desarmes e interceptações no Rubro-Negro

Futebol|

Lance
Lance Lance

Ao completar 20 anos, Wesley vive um verdadeiro carrossel de emoções no Flamengo em 2023. O lateral chegou a embarcar para o Marrocos, onde ficou de fora da lista final para o Mundial, em fevereiro, mas viu tudo mudar com a chegada de Jorge Sampaoli. Tornou-se titular absoluto com o argentino no comando e superou as críticas por suas primeiras atuações.

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

Em 127 anos de história, o lema "craque o Flamengo faz em casa" é um dos orgulhos da torcida. Os 'Garotos do Ninho' formam uma base forte, que geralmente rende bons frutos esportivos e financeiros. O camisa 43 viu sua geração erguer a taça do Brasileirão Sub-20 na quinta, porém está em outra fase da carreira e conquistou a confiança do comandante dos profissionais. 

Antes de elevar seu patamar, chegou a receber uma proposta do Barcelona de 1 milhão de euros, cerca de R$ 5 milhões na cotação da época. Vítor Pereira participou ativamente da negociação e reiterou que a lateral era uma posição "carente" no elenco. Nesse sentido, renovou seu contrato e passou a ter vínculo até 2025, com uma valorização salarial. Os culés seguem de olho no futebol do jovem, que soma dois gols e uma assistência em 2023,

Publicidade

OSCILAÇÃO E CRÍTICAS INICIAIS

A entrada de Wesley, contudo, não foi por motivos técnicos ou táticos, mas sim pela urgência do elenco. Sampaoli chegou sem ter a opção de Matheuzinho, que se recuperava de uma fratura na tíbia, e teve que escolher o atleta que assumiria a posição. Na disputa com Varela, o jogador levou a melhor e já emendou 30 jogos como titular.

Publicidade

+ Flamengo homenageia o ídolo Petkovic, que completa 51 anos neste domingo

Nas primeiras atuações, conviveu com a oscilação e recebeu críticas que refletiram em suas atuações. Falhou no duelo com o Internacional, no primeiro turno, e foi expulso de maneira infantil contra o Racing, pela Libertadores. Mas logo deu a volta por cima com um trabalho voltado não só a aspectos técnicos e táticos, como também dicas cognitivas e comportamentais visando o amadurecimento.

Publicidade

+ Com hat-trick de Gabigol, Flamengo goleia o Zinza FC em jogo-treino no Ninho do Urubu

- Todo mundo recebe críticas. Eu soube aceitá-las. Sei aceitar críticas e elogios. Todos os meus companheiros passam muita confiança para mim. Eles me ajudam muito, o Sampaoli também. Sempre estou conversando com ele, com David Luiz, os caras mais experientes, para eu manter a confiança alta. Ele (Sampaoli) pede para eu ter mais calma. Primeiro, na abordagem. Saber o que eu vou fazer com a bola e sem a bola. Abordar, fazer a marcação, colocar a bola no pé - frisou.

VOLTA POR CIMA E EVOLUÇÃO DEFENSIVA

Um dos traços mais marcantes do camisa 43 desde a base é a velocidade ofensiva para quebrar linhas. Por outro lado, teve dificuldades defensivas em seu início entre os profissionais, que geraram críticas nas redes sociais. Todavia, mostra força de vontade para evoluir e progredir. Esse trabalho específico tem sido um fator determinante para que o jovem deixe as críticas para trás e foque em seu futebol.

+ Flamengo: Gabigol pode reencontrar uma de suas maiores vítimas; relembre o retrospecto contra o Athletico-PR

De acordo com dados do portal "Footstats", o lateral lidera fundamentos importantes para o fortalecimento do sistema defensivo. Levando em consideração apenas o elenco do Flamengo, o maranhense soma 30 desarmes e se destaca nos duelos individuais. Com boa aceleração para recompor, é o jogador do grupo rubro-negro com mais interceptações no Brasileirão (11, no total).

+ Flamengo: Rodrigo Caio participa de jogo-treino e espera por oportunidade com Jorge Sampaoli

- Estou trabalhando bastante a questão da calma, pensar bem. Futebol é questão de tempo, o Sampaoli fala. Receber sempre com o corpo perfilado, de frente para o meu oponente para saber o que eu vou fazer e tomar a melhor decisão - concluiu Wesley.

NÚMEROS DEFENSIVOS WESLEY NO BRASILEIRÃO

Desarmes: 30 (1º do time)

Interceptações: 11 (1º do time)

Passes certos: 856 (4º do time)

Rebatidas: 77 (4º do time)

Faltas cometidas: 37 (1º do time)

Perda da posse de bola: 98 (1º do time)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.