Futebol Tiago Nunes, Rogério Ceni, Marcão... Veja os técnicos livres no mercado que podem assumir o Fluminense

Tiago Nunes, Rogério Ceni, Marcão... Veja os técnicos livres no mercado que podem assumir o Fluminense

Diretoria se reúne para discutir o novo técnico do Fluminense; conheça alguns dos profissionais que podem dar continuidade à temporada do Tricolor

Lance
Lance

Lance

Lance

Neste sábado, o Fluminense anunciou a demissão do técnico Roger Machado. A diretoria está reunida do CT Carlos Castilho para decidir o novo comando do time. Conheça alguns treinadores que estão livres no mercado.

Tiago Nunes

Desde julho sem clube, quando deixou o comando do Grêmio, o técnico gaúcho tem 41 anos. Com passagens pelo São Paulo, Athletico Paranaense, Corinthians e Grêmio, foi campeão da Copa do Brasil e Sul-Americana pelo Furacão. Sua formação preferencial é o esquema 4-2-3-1.

Dorival Júnior

Sem clube desde agosto de 2020, o paulista de 59 anos já conquistou uma Copa do Brasil pelo Santos e garantiu um acesso do Vasco para a Série A em 2009. O técnico veterano tem passagens pelo Fortaleza, Criciúma, Sport, Juventude, Avaí, Cruzeiro, Coritiba, Vasco, Santos, Atlético-MG, Internacional, Flamengo, Palmeiras, São Paulo, Athletico Paranaense, entre outros.

Além disso, é um antigo conhecido de Laranjeiras. Em 2013, Dorival treinou o Fluminense por menos de um mês. Pelo Tricolor, disputou 4 jogos e acumulou 2 vitórias, 1 empate e 1 derrota. No total, teve 58.33% de aproveitamento.

> Confira a classificação da Série A do Brasileirão

Thiago Larghi

Desempregado desde setembro de 2020, o técnico fluminense tem 40 anos e já treinou o Atlético-MG e Goiás. Sua formação preferencial é 4-3-3, a mesma estratégia que Roger Machado usou durante quase toda a temporada.

Rogério Ceni

Campeão brasileiro e da Supercopa pelo Flamengo, Rogério Ceni está sem clube desde quando deixou o rubro-negro, em julho desta temporada. O técnico de 48 anos já treinou o São Paulo, Cruzeiro, Flamengo e Fortaleza, clube em que conquistou o acesso para a Série A em 2018.

Jair Ventura

Aos 42 anos, Jair Ventura tem passagens pelo Botafogo, Santos, Corinthians, Sport, Chapecoense. Em 2017, levou o Alvinegro até as quartas de final. Nesta temporada, foi desligado da Chapecoense após 14 jogos sem vencer. Seu esquema tático de preferência é o 4-2-3-1.

Ramon Menezes

Sem clube desde dezembro de 2020, o técnico de 49 anos tem passagens pelo Anápolis, Guarani, Joinville, Tombense, Vasco e CRB. Ramon ganhou notoriedade na Série A após fazer campanha sólida à frente do Cruz-Maltino. Costuma escalar o time no esquema de 4-2-3-1 e conta com licença da UEFA.

Dado Cavalcanti

Há três dias sem clube, desde que foi demitido do Bahia, o técnico pernambucano tem longa experiência na Série B do Brasileirão. Aos 40 anos, Dado já comandou o Paraná, Coritiba, Ponte Preta, Náutico, Ceará, Paysandu e CRB. Pelo clube baiano, participou de 53 jogos. Também atua no 4-2-3-1.

Alberto Valentim

Fora do mundo do futebol desde maio, quando deixou o comando do Cuiabá, o técnico de 46 anos já conhece o futebol carioca. Com passagens pelo Palmeiras, como interino, Botafogo, Vasco, Avaí e Cuiabá, o técnico possui uma média baixa de jogos no comando dos clubes. Seu recorde foi pelo Cruz-Maltino, onde completou 19 jogos.

Além dos técnicos disponíveis no mercado, os tricolores também especulam profissionais que estão contratados. Vojvoda, do Fortaleza, Sebastián Beccacece, do Defensa y Justicia, e Ariel Holán, do Léon, são alguns dos nomes que a torcida pede para substituir de Roger Machado.

Porém, a solução também pode vir de dentro do clube. Marcão, atualmente membro da comissão técnica, assumiu o clube como interino pela primeira vez em 2019 após a demissão de Fernando Diniz, e evitou o rebaixamento naquele ano. Em 2020, também comandou o clube depois da saída de Odair Hellman, e classificou o time para disputar a Libertadores desta temporada. Em 38 jogos, tem 19 vitórias, 13 empates e 9 derrotas, com 53.51% de aproveitamento.

Últimas