Futebol Tiago Nunes lamenta ineficácia do Botafogo contra o Boavista: 'Faltou um pouco de refino'

Tiago Nunes lamenta ineficácia do Botafogo contra o Boavista: 'Faltou um pouco de refino'

Técnico alvinegro ainda vai avaliar grupo em mais duas ou três partidas

Lance
Lance

Lance

Lance

O técnico do Botafogo, Tiago Nunes, lamentou a derrota para o Boavista no Carioca. O treinador reconheceu que a equipe foi pouco produtiva e precisa melhorar.

➡️ Tudo sobre o Fogão agora no WhatsApp. Siga o nosso canal Lance! Botafogo

Tiago Nunes também pensa que o Botafogo está longe da melhor forma. Além disso, o treinador vai usar os próximos dois ou três jogos para avaliar o time ideal.

- Seria muito prematuro da minha parte dizer que esse vai ser o sistema base da temporada. Eu tenho que ter no mínimo dois ou três jogos para ter uma avaliação do comportamento dos jogadores nesse sistema antes de tomar qualquer decisão - pontuou o treinador.

O Botafogo volta a jogar no Nilton Santos. O Alvinegro entra em campo neste sábado (27), às 16h, para enfrentar o Sampaio Corrêa.

️ MAIS RESPOSTAS DE TIAGO NUNES:

PRIMEIRA DERROTA NA TEMPORADA
- Perder nunca está no percurso, a gente se prepara para competir, jogar bem. Equipe competiu muito hoje, praticamente não permitiu que o Boavista jogasse, o que é papel de uma equipe grande como o Botafogo. Veio aqui, mesmo em condições adversas impôs o ritmo.

- Faltou qualidade, refino técnico para gerar situações de gols. Mas não podemos perder a convicção no trabalho, principalmente nesse momento inicial da temporada. Não vi como foram os outros jogos Brasil afora, o Botafogo que nos interessa, mas acho que não é exclusivo do Botafogo perder nesse momento de preparação.

- Outras equipes grandes tropeçam, é assim nesse momento inicial. Infelizmente o Botafogo não tem condições de fazer uma preparação fora daqui, para não ter essa exposição dentro do Estadual.

- Acho que os clubes que não jogam com suas equipes principais o Estadual estão certos no início da competição. Estamos preparando nestas condições, que não são as melhores, mas é o que a gente pode fazer nesse início de temporada.

HUGO OU MARÇAL
- Não tem esse conceito de estar um na frente do outro. Foi uma opção pelo momento físico deles. Não tem preferência específica por um ou por outro. Ambos conseguem jogar seja com uma linha de 3 ou uma linha de 4. Não tenho na minha cabeça quem é titular ou reserva.

- É muito superficial fazer uma análise dessa com a quantidade de jogos que a gente vai ter. Ninguém consegue fazer quatro, cinco jogos seguidos. A gente vai ter que revesar os caras e botar para jogar.

PROBLEMA NA LATERAL DIREITA
- A gente tem dois laterais, um está lesionado, que é o caso do Rafa, e outro está no pré-olímpico, que é o Mateo Ponte. Não tem disponível no jogo de hoje, por isso estamos buscando com jogadores de outras características que possam ter uma composição.

- Eu não penso que nesses três jogos iniciais tivemos problema em função da lateral-direita. Até porque a gente girou muito mais do que os adversários e sofremos muito menos que eles. Hoje, o resultado negativo potencializa algumas perguntas, algumas dúvidas do torcedor, algumas situações normais de serem debatidas nesse início de temporada.

- Na minha ótica, precisamos sim de um jogador para essa posição, mas precisamos ter a tranquilidade de escolher bem, encontrar um jogador que se encaixe. Não adianta ter o desespero de trazer algum.

- Dezenas de jogadores são indicados diariamente ao Botafogo e o mais fácil é contratar o primeiro que aparece. Tenho certeza que a direção está tomando o máximo de cuidado para fazer uma escolha certeira para agregar qualidade e experiência para essa posição.

MATEO PONTE E RAFAEL
- É fato que temos dois, com a lesão do Rafa precisamos de mais um. Não estou inventando nada, é uma questão muito simples de entender. Só quem não tem boa vontade para entender não entende.

- Estamos num processo natural de contratação, e me parece também natural nesse momento da temporada escolher outros jogadores para fazer a função e ter uma variação de sistema para potencializar outros jogadores, e a partir daí ver quais são as soluções para o resto da temporada.

Últimas