Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Thiago Silva perde espaço no Chelsea após lesão, se aproxima de saída, e acende esperança no Fluminense

Zagueiro dos Blues está em fim de contrato com os londrinos e pode retornar ao Tricolor, onde foi vice-campeão da Libertadores...

Futebol|Do R7

A situação de Thiago Silva no Chelsea está longe de ser a ideal. Tendo renovado com os Blues por mais uma temporada após ter sido destaque em 2022-23, o zagueiro lidou com uma lesão em fevereiro, e desde então, perdeu espaço entre os titulares de Mauricio Pochettino.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

Com 39 anos, parece cada vez mais inviável a permanência do defensor em Londres para 2024-25. Ligado fortemente a uma volta ao Fluminense nas últimas janelas de transferência, Thiago Silva optou por ficar na Europa, mas tudo aponta para que a esperança de um retorno possa ser acesa novamente no Tricolor.

ENTENDA A SITUAÇÃO

Publicidade

Thiago sentiu uma lesão na virilha em confronto com o Crystal Palace, pela Premier League. A recuperação demandou cerca de três semanas, mas nos jogos contra Brentford e Newcastle, o Monstro não entrou em campo mesmo sendo relacionado por Pochettino, assistindo do banco de reservas o empate com os Bees e a vitória sobre os Magpies.

Apesar de ter sido preterido pelo argentino nos compromissos recentes, o camisa 6 dos Blues faz boa temporada. Em 23 jogos no Campeonato Inglês, contribuiu com dois gols, além de números defensivos e de passes na marca positiva.

Publicidade

Entra, porém, a questão da continuidade no futebol europeu. Completando 40 anos em setembro, o defensor entra em campo, mas vê ao seu redor uma espécie de renovação no Chelsea. Defensores como Disasi, Badiashile, Malo Gusto e Colwill ganham mais espaço para projetar os próximos anos do clube.

Por isso, Thiago Silva deve voltar a ser pauta no Fluminense. O antigo desejo de repatriação por parte do clube - nem sempre correspondido pelo atleta - ainda é existente, apesar de uma proposta concreta ainda não ter sido apresentada aos agentes do brasileiro. No Rio, o zagueiro conquistou a Copa do Brasil de 2007 e foi vice na Libertadores do ano seguinte.

Publicidade

Caso haja uma eliminação por parte do Tricolor no Campeonato Carioca - tem desvantagem de dois gols frente ao Flamengo na semifinal -, a diretoria terá três semanas livres para planejar o restante do ano, visando as competições mais importantes a nível nacional e continental, e pode acelerar por contatos.

➡️ Arábia Saudita bate na porta do Real Madrid para buscar craques; entenda

Outro repatriado do Flu que passou por um processo semelhante foi Marcelo. Durante sua época no Olympiacos, da Grécia, o lateral escolheu deixar a Europa já após o fechamento do mercado de inverno, mesmo tendo mais quatro meses de contrato, e acertou com os cariocas.

Thiago não é o único nome listado pela diretoria para deixar Cobham a partir de julho. As situações, porém, são distintas: enquanto Thiago deve sair de graça pelo fim do vínculo, jogadores como Broja, Chalobah, Cucurella, Sterling e até Conor Gallagher podem ser vendidos para compensar os altos valores gastos por Todd Boehly, dono do Chelsea.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.