Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Textor, do Botafogo, ‘ignora’ prazo e não apresenta provas de corrupção ao STJD

Defesa de Textor entende que o STJD não tem competência para atuar no caso

Futebol|Do R7

Lance
Lance (Foto: Vitor Silva/Botafogo FR) (Lance)

John Textor, sócio majoritário da SAF do Botafogo, não apresentou provas ao Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para sustentar suas alegações de manipulação de resultados no futebol brasileiro.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

A defesa do empresário norte-americano respondeu ao STJD argumentando que o órgão não tem competência para atuar no caso, e que Textor só irá apresentar provas ao Ministério Público do Rio de Janeiro e de Brasília. A informação foi divulgada pelo ge.

Os advogados do dono da SAF do Botafogo afirmaram que Textor está "reunindo evidências para, em cerca de 30 (trinta) dias, prestar maiores esclarecimentos aos torcedores do Botafogo de Futebol e Regatas (“Botafogo”).

Publicidade

Na sexta-feira (8), o STJD abriu um inquérito para averiguar as acusações feitas por Textor e deu três dias para o dono da SAF do Botafogo enviar as provas. O americano afirma ter áudios de "juízes gravados reclamando de não terem propinas pagas".

➡️ Veja os grupos e datas dos confrontos no Paulistão

Em vídeo divulgado pelo Botafogo, Textor disse que o árbitro envolvido no suposto jogo manipulado tem sotaque carioca e apitava uma partida em uma “divisão menor”. Incomodado pela postura do americano, o Palmeiras disse que irá processar o empresário nas esferas nas esferas civil, criminal e esportiva.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.