Futebol Telegraaf: 'O futebol holandês não pode terminar a sua temporada'

Telegraaf: 'O futebol holandês não pode terminar a sua temporada'

Eventos não podem ocorrer antes de setembro, segundo determinação governamental e jornal holandês destaca os problemas que isso irá gerar, inclusive na  para 2020/21

Lance
Lance

Lance

Lance

O primeiro-ministro da Holanda Mark Rutte anunciou que a proibição de eventos licenciados (o futebol profissional entra nessa lista) será estendida até pelo menos 1º de setembro. "Isso é amargo", disse Rutte. Assim, é quase impossível iniciar e terminar a nova temporada 2020/2021 a tempo. Para piorar, ela teria de terinar na data, por causa da Eurocopa, remarcada para o Verão de 2021


O campeonato atual ficou inviável. Mesmo que os jogos recomeçassem em 1º de junho, seriam oito rodadas completas e várias partidas adiadas, além da final da Copa da Holanda. Agora, com o campeonato se encerrando antecipadamente, como seria a distribuição de vagas para as competições europeias, rebaixamento e acesso?

Não apenas o futebol está afetado. Grandes competições importantes ocorrerão antes de 1/9: as corridas da Moto GP, o GP de Zandvoort na Fórmula 1 e duas provas ciclísticas: NK e a Amstel Gold Race. Más notícias.


Redução salarial
Agora que ficou claro que o futebol será afetado a longo prazo por causa das medidas de combate ao coronavírus, os clubes estão estudando a dimensão da crise. Isso inclui medidas salariais para tornar os custos mais gerenciáveis, agora que muitas fontes de renda secaram.

Se não for possível jogar por meses, uma redução salarial para jogadores de futebol e outros funcionários se faz inevitável, a fim de não deixar os clubes falirem. Caso os clubes tomem essa medida radical, a FBO, como organização de empregadores dos clubes de futebol profissional, terá que negociar com os sindicatos de jogadores (e na Holanda são dois) e dos treinadores.

Últimas