Futebol Técnico do Flamengo, Tite elogia vitória sobre Audax e comenta disputa entre Pedro e Gabigol

Técnico do Flamengo, Tite elogia vitória sobre Audax e comenta disputa entre Pedro e Gabigol

Rubro-Negro assume a ponta do Campeonato Carioca

Lance
Lance

Lance

Lance

Técnico do Flamengo, Tite não poupou elogios para seu elenco após a goleada do Rubro-Negro sobre o Audax. Em coletiva, o comandante ressaltou a construção do triunfo na estreia do Campeonato Carioca.

- Mais do que a vitória, a forma como ela foi construída foi consistente. A equipe teve a competitividade associada a qualidade técnica. As construções, trocas de passes para chegar no terço próximo da área do adversário para ter a conclusão. O número de situações criativas foi significativo.

➡️ Tudo sobre o Mengão agora no WhatsApp. Siga o nosso novo canal Lance! Flamengo

O treinador afirmou que o Campeonato Carioca é o mais forte dentre todos os estaduais do Brasil e que sonha com a conquista do título. Tite acredita que um troféu pode servir para dar confiança ao plantel após um 2023 recheado de fracassos.

- O Campeonato Carioca atual para mim é o mais forte do Brasil. Antes era São Paulo. Ele é muito difícil. Nossa busca é pelo título. Esse processo de evolução visa esse objetivo. Talvez seja pouco para a história do Flamengo, mas ele é grande para uma comissão técnica que está chegando e que é uma fonte geradora de confiança para uma sequência de trabalho.

Nesta quinta-feira (18), o Flamengo embarca para os Estados Unidos, onde enfrenta o Philadelphia Union e o Orlando City como parte da pré-temporada. A equipe principal retorna no fim do mês para encarar o Sampaio Corrêa, pelo Campeonato Carioca.

CONFIRA OUTRAS RESPOSTAS DE TITE:

PEDRO E GABIGOL

- Como nós fizemos hoje, ele (Gabigol) atrás do Pedro e fazendo uma pressão lado a lado para que corte a linha de passe do adversário, sim. Não dá para usar Gabriel do lado ou Pedro do lado. E o modelo de tripé do meio de campo para ter Arrascaeta com dois na frente, não temos jogadores com essas características. A equipe se moldou com dois externos ou com mais um meio-campista jogando pelo lado. Antes era Gerson, às vezes era o Everton Ribeiro, agora tem o Nico (De La Cruz). Como vai ser, de que forma vai ser? Isso vai acabar acontecendo.

DE LA CRUZ

- Todos os atletas são de nível (alto). A gente procura colocar dois atletas em cada posição buscando competir. A equipe evolui com isso. Cooperam entre eles, mas competem para elevar o nível técnico. O De La Cruz tem essa característica, ele é um jogador com qualidade versátil, tem treinado em duas posições diferentes. Muita qualidade técnica. Tem uma ligação com o Arrascaeta. Tem a possibilidade de jogar com quatro jogadores de articulação ou com dois pontas de velocidade. A equipe ganha com isso.

LATERAL-DIREITA

- No ano passado nós estávamos com um problema bom. Matheuzinho e Wesley são jogadores com características um pouco diferentes, mas são três grandes atletas. Talvez o Matheuzinho seja o médio deles entre marcação e construção. Wesley é mais agressivo, mas também está evoluindo no processo defensivo. E o Varela é mais consistente na marcação chegando por trás no que é o nosso modelo. Eles concorreram, mas um deles teria que sair. Não dá para ter três atletas de nível e achar que ele vai ficar feliz. O Varela está tendo continuidade e produzindo bem.

Últimas