Futebol Técnico do Flamengo se revolta com arbitragem em empate

Técnico do Flamengo se revolta com arbitragem em empate

Rubro-Negro ficou no frustrante empate em 2 a 2 com a Chapecoense, pela 30ª rodada do Brasileiro, na Arena Condá

Lance
Lance

Lance

Lance

O Flamengo voltou a apresentar um desempenho pífio. Na noite desta segunda-feira, ficou apenas no empate com a Chapecoense, em 2 a 2, pela 30ª rodada do Brasileiro. mesmo tendo um jogador a mais em boa parte do segundo tempo. E Renato Gaúcho se escorou em erros de arbitragem, que deram o tom da entrevista coletiva após o resultado na Arena Condá.

- Amanhã todo mundo vai falar que o Renato está dando desculpa porque não conseguiu vencer a partida. Concordo que cometemos erros contra uma equipe praticamente rebaixada, mas que sempre teve nosso respeito. Não gosto de falar de arbitragem, mas não dá para não falar mais. Os dois erros que aconteceram foram inacreditáveis.

- Primeira pergunta que fiz quando cheguei no vestiário é se o VAR estava presente. É pênalti legítimo, e o VAR não chamou. Depois, o Gabriel está na minha frente, eu vejo que ele não está impedido, ele recebe e vai... E aí temos impedimento. Até uma criança sabe o protocolo - emendou Renato.

O técnico aproveitou que a primeira pergunta foi direcionada sobre arbitragem para prosseguir no tema e ecoar o seu desabafo:

- Em momento algum, o goleiro procura a bola. É pênalti legítimo, e expulsão do goleiro. O VAR que tanto apita os jogos não chamou o árbitro. Depois, o Gabriel está na minha frente, eu vejo que não está impedido, eu grito para ele, que recebe a bola e parte. Deu o impedimento. Cadê o protocolo que uma criança de cinco anos sabe que tem que deixar a jogada terminar para depois o VAR revisar. Vejo muitos jogos em que o jogador está dez metros na frente, fácil de dar o impedimento, e não dão. Hoje, na pior das hipóteses, seria um impedimento duvidoso, e ela levantou a bandeirinha. É o beabá de uma criança de cinco anos. Mas essas perguntas quem tem que responder sou eu.

- Por que não perguntam para o Gaciba (presidente da Comissão de Arbitragem da CBF)? A outra pergunta que eu queria fazer ao Gaciba. No jogo do Atlético-MG, um dos melhores árbitros do Brasil. Jogo do Palmeiras, um dos melhores. Jogo do Flamengo, arbitragem de Segunda Divisão. Gaciba precisa explicar isso. Bater no Renato é mole, né? Não podemos esquecer do Gaciba.

- Ele (Gaciba) não pode ficar escondido o tempo todo. Ele fala que o VAR tem 99% de acertos. Alguém está sendo bobo. Dizem que eu estou perseguindo ele, mas ele é o chefe. Com todo o respeito. É um árbitro de 2ª Divisão. Deu nisso aí. Tenho minha parcela de culpa, mas os erros estão aí. Até quando? - questionou o treinador rubro-negro.

Agora, o Flamengo terá o Bahia nesta quinta-feira, no Maracanã, às 19h, pela 31ª rodada. O time de Portaluppi está em terceiro colocado, com 54 pontos - 11 a menos em relação ao Atlético-MG, líder e com um jogo a mais na tabela.

Últimas