Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Técnico do Flamengo critica gramado do Maracanã e exalta apoio da torcida

Vítor Pereira atendeu a imprensa após o triunfo pelo Campeonato Carioca

Futebol|Do R7

Lance
Lance Lance

Após a vitória sobre o Boavista, nesta quarta-feira pelo Campeonato Carioca, o técnico Vítor Pereira criticou o gramado do Maracanã, afirmando que as condições do campo dificultam o jogo do Flamengo. Além disso, o comandante destacou as "circunstâncias especiais" da partida disputada entre a derrota para o Palmeiras, na Supercopa do Brasil, e a disputa do Mundial de Clubes, no Marrocos.

- Este jogo teve circunstâncias especiais. Antecede o Mundial, onde todos querem estar e no qual uma lesão deixa fora de uma oportunidade única. É um jogo posterior a uma derrota dolorida, que nos exigiu muito maior do que os jogos anteriores e, mesmo assim, a torcida veio apoiar. Apoiou até fim - explicou VP, antes de completar:

- Esses jogos, ou se abrem cedo ou vão se complicando. O gramado não permite acelerar a bola, um jogo técnico, contra uma equipe fechada, e precisamos jogar em dois toques porque o gramado não é o melhor para uma equipe como a nossa. Com tudo isso, fiquei muito contente que nos apoiaram e, com o esforço dos jogadores, chegamos à vitória - concluiu o treinador.

Confira outras respostas do técnico Vítor Pereira, do Flamengo, após a vitória sobre o Boavista:

Publicidade

Avaliação da equipe e do trabalho

"Quando aceitei o desafio de vir para o Flamengo sabia que o tempo era muito curto para essa sequência de jogos decisivos. Precisamos de mais tempo para consolidar nossas ideias, no entanto, a realidade não é essa. A equipe tem maturidade, jogadores habituados a grandes jogos. Se tivermos unidos, senti essa união, e isso é o mais importante.

Publicidade

Nós estamos iniciando o processo. Fizemos uma pré-temporada atípica. Não tivemos tempo para trabalhar, construir progressivamente. Começamos imediatamente a jogar. Não é fácil estar hoje em um ritmo alto porque o tempo foi muito curto. Essa é explicação de não jogar de vento em poupa. É impossível."

Como enfrentar o Real Madrid

Publicidade

"Uma coisa de cada vez. Temos que pensar na semifinal primeiro, que nos trará muita dificuldade. Conseguindo avançar, pensaremos no Real Madrid. Eles precisam se classificar também."

Disputa nas laterais

"Temos quatro laterais diferentes e vamos precisar dos quatro para essa temporada longa. No Mundial, dependerá dos adversários. O Ayrton não é igual ao Filipe, o Matheuzinho não é igual ao Varela. Vamos ver jogo a jogo."

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.